Campeonato Brasileiro

Marinho lamenta desatenção do Santos e critica arbitragem: “Começou a minar o jogo”

Marinho
Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos não conseguiu engrenar uma sequência de vitórias e acabou sendo derrotado pelo Atlético-MG, por 3 a 1, nesta quarta-feira (13). No Mineirão, o Peixe saiu na frente, mas levou a virada em três bolas paradas, das quais duas foram pênaltis. Após a partida, Marinho lamentou as desatenções do Alvinegro e comentou sobre as decisões da arbitragem.

Quer ficar por dentro de tudo sobre o Peixe? Então siga o Esporte News Mundo no TWITTERINSTAGRAM e FACEBOOK. E não se esqueça de se inscrever no nosso canal no YOUTUBE!

– Eu acho que houve desatenção em uma jogada que a gente trabalhou tanto. Sabíamos que o jogo deles era na bola parada. O pênalti, achei meio duvidoso porque o meia deles cabeceou sozinho. Como o João salvou, não tem vantagem. O segundo também, uma falta que eu não entendi muito bem. Depois o juiz começou a minar o jogo. Difícil a gente falar de arbitragem aqui – disse Marinho ao Canal Premiere.

– Mas nosso trabalho é levantar a cabeça. Temos um jogo contra o Sport domingo. Teremos que jogar cada jogo como se fosse uma final. Nosso torcedor está com a gente sempre. A gente correu. Alguma coisa pegou e tem que acertar. Sobre arbitragem não dá para falar muito não. Respeitamos muito a arbitragem, cada profissional. Mas é meio complicado quando o VAR olha toda hora, e na nossa hora não olha. Mas, paciência, bola para frente. Temos só finais até o final do campeonato – completou o atacante.

LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE O PEIXE:

+Santos leva virada e perde para o Atlético-MG no Mineirão

+Wagner comenta seu gol e exalta o Santos: ‘Camisa que é a mais pesada do mundo inteiro’

+Atuações ENM: Sánchez e Marinho tentam, e Wagner promove reencontro do Santos com a vitória

+Santos vence Grêmio nos acréscimos

Durante toda a partida, houve quatro lances de possíveis penalidades máximas. Nas duas primeiras, no primeiro tempo, o árbitro Paulo Roberto Alves Junior aguardou a análise do VAR e não assinalou. Já nas duas do segundo tempo, foi à cabine revisar os lances, e marcou.

O Santos voltará a jogar no próximo domingo (17), contra o Sport, fora de casa, às 20h30.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top