Juventude

Matheus Jesus quer deixar polêmicas de lado e se afirmar no Juventude

Fernando Alves/ECJuventude

Contratado em abril pelo Juventude, o volante Matheus Jesus, de 24 anos, chegou sob desconfiança. Isso por conta de uma carreira que tem muitas polêmicas fora de campo. O jogador, que já teve oportunidade pelo Santos e Corinthians, não conseguiu em São Paulo devido as polêmicas extra-campo.

— Estou procurando melhorar tudo que errei no passado, colocando a cabeça no lugar, trabalhando. Acho que o técnico Marquinhos Santos vem me ajudando muito. Ele sabe do meu potencial e conversa bastante. Ele e todo o time do Juventude vêm me ajudando para que eu possa contribuir na luta contra o rebaixamento — ressaltou Matheus Jesus.

Para saber tudo do Juventude, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook. E se inscreva no nosso YouTube!

Matheus Jesus surgiu como revelação do futebol brasileiro atuando pela Ponte Preta, em 2015. As boas atuações o levaram ao Estoril, de Portugal, que o contratou no começo de 2017. Porém, o volante nem chegou a jogar pela equipe Europeia, que acabou emprestando para outros clubes.

O jogador então, acabou sendo cedido ao Santos, mas devido as polêmicas fora dos gramados, teve seu contrato rescindido. Após a curta passagem pelo time Santista, Matheus Jessus acabou novamente sendo emprestado, desta vez, para o Gamba Osaka, do Japão, e na sequência para  Oeste, onde se destacou no Campeonato Paulista de 2019.

Matheus Jesus, no final da temporada de 2019, acabou sendo negociado com o Corinthians, mas não se afirmar no Timão. Em 2020, Matheus Jesus acabou indo para o Red Bull Bragantino. Durante a passagem pelo time de Bragança Paulista, o volante voltou a ter problemas fora dos gramados.

Após mais polêmicas, o atleta voltou ao Corinthians e acabou sendo negociado com o Juventude para a disputa do Campeonato Brasileiro de 2021. No Papo, o volante busca acabar com as polêmicas e viver a melhor fase de sua carreira. Na visão dele, a mudança de pensamento é fundamental para isso.

Em treze jogos disputado, o volante atuou em nove. Porém, o jogador é frequentemente substituído no segundo tempo pelo técnico Marquinhos Santos. No entanto, Matheus Jesus destaca que o fato de ser sacado na etapa final, não tem relação com a sua condição física.

— Não é que esteja mal fisicamente, mas pela forma que eu jogo, parece. O Jadson e o Dawhan são mais intensos que eu, mas na parte técnica eu consigo sobressair. Então, vai parecer que eu estou cansado, mas não estou. Resumindo, são características diferentes — finalizou Matheus Jesus.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top