Conmebol Libertadores

Matías Viña diz que jogar final da Libertadores é um sonho e relembra Maracanaço: ‘Sonho em fazer parecido’

Matías Viña - Palmeiras
Foto: Divulgação/Palmeiras/Cesar Greco

Matías Viña, lateral esquerdo do Palmeiras, concedeu uma breve entrevista à Conmebol, na qual falou sobre a final da Libertadores que acontecerá no próximo sábado (30). O adversário do Palmeiras na decisão é o Santos e a bola rola às 17:00 no Maracanã, palco histórico do futebol brasileiro. Na entrevista, o lateral uruguaio afirmou que jogar a final da Libertadores é como um sonho, relembrou o “Maracanaço” e comentou sobre dividir a torcida celeste com Carlos Sanchez, jogador do Santos.

Sobre estar disputando uma final de Libertadores, o jovem lateral não hesitou em dizer que é um sonho realizado. Nas palavras de Viña:

— A verdade é que é algo muito lindo. Estar aqui, nesta fase, prestes a decidir um título muito importante. [A importância] não é só individual, mas para toda a instituição. É algo que orgulha muito todo o plantel e todas as pessoas que trabalham no Palmeiras, porque é um sonho. Vamos em busca disso [ganhar o título] para poder realizá-lo.

Contratado no início de 2020 a pedido de Vanderlei Luxemburgo, Viña não tardou para assumir a titularidade incontestável na lateral esquerda do Verdão. Após ser eleito melhor jogador do Campeonato Uruguaio em seu primeiro ano como profissional, o lateral chegou com prestígio ao Palmeiras e reforçou isso ao longo do ano.

— Quando tomei a decisão de vir para cá [Palmeiras] uma das coisas que estava em pauta era a briga pela Libertadores e fomos em busca disso. Jogo a jogo, esperando ou não, chegamos até aqui, na decisão definitiva. Agora é desfrutar com responsabilidade.

O palco da decisão da Libertadores também é palco de uma das maiores, se não a maior, tragédias da Seleção Brasileira. Na final da Copa do Mundo de 1950, a amarelinha foi derrotada pelo Uruguai no Maracanã lotado, frente a um público que beirava as 200 mil pessoas. Viña não deixou de comentar sobre o episódio e afirmou que a possibilidade de ganhar um título no Maracanã o impulsiona.

— É um estádio no qual se fala muito no Uruguai, pelo o que aconteceu. Faz muito tempo, mas continuam lembrando. É algo que também dá um “plus”. Você sonha em fazer algo parecido para a gente (uruguaios) festejar do nosso lado.

Viña não é o único uruguaio na decisão. Apesar de lesionado, o experiente Carlos Sanchez, do Santos, fará com que a torcida uruguaia esteja dividida para a final. Sobre isso, Viña disse estar tranquilo.

— Estou tranquilo, desfrutando esse momento. Sei que os meus vão torcer por mim e é isso o que importa. Minha família, meus amigos, que me apoiaram desde cedo no futebol vão estar do meu lado. Isso é o importante. — Em seguida, o lateral comentou sobre o carinho que recebe de seus compatriotas. — Eles estão muito contentes com o que estou vivendo. Também estou aproveitando muito o que estou passando aqui. Cheguei a pouco tempo e já estar numa [final] dessas, você acaba desfrutando muito.

Para saber tudo sobre o Palmeiras, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top