Athletico

Maurício Barbieri sobre derrota do RB Bragantino: “Erramos demais”

Alerrandro entrou no decorrer do jogo e foi bem. Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino
Alerrandro entrou no decorrer do jogo e foi bem. Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino

Na tarde deste sábado (25), o Red Bull Bragantino perdeu para o Athletico por 4 a 2, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena da Baixada. O Massa Bruta não fez um bom jogo, sofreu com as falhas defensivas e não conseguiu voltar com os três pontos na bagagem.

Com o resultado, o Massa Bruta ocupa a 10ª posição na tabela, com 18 pontos conquistados e pode ser ultrapassado pelos rivais que ainda jogam na rodada. Além disso, o clube fica ainda mais distante da briga por uma vaga para as competições internacionais.

Na coletiva de imprensa, Maurício Barbieri fez uma avaliação da atuação da equipe dele diante dos paranaenses.

– A gente fez um primeiro tempo muito ruim, a gente não conseguiu se encontrar dentro de campo e praticamente em nenhum momento tirou o adversário do conforto deles, da proposta deles. Acho que o placar criou uma dificuldade a mais para gente porque ficou muito elástico no intervalo. Depois a gente tentou buscar, mas o jogo já estava muito bem desenhado – disse o treinador.

Para saber tudo sobre o RED BULL BRAGANTINO, siga o perfil do Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Além disso, o treinador falou sobre o desempenho do Massa Bruta na segunda etapa do jogo e os principais erros.

– A gente errou demais, não conseguimos encontrar os espaços como normalmente a gente encontra. Tanto é que a gente trocou talvez mais do que o dobro de números de passes, mas não conseguiu, como digo, tirar eles do conforto. Não conseguiu efetivamente criar situações boas, acho até que gente finalizou um número grande de chances – comentou Barbieri.

Por outro lado, Maurício Barbieri também comentou sobre a semana livre para treinar e as atuações de alguns jogadores.

– Na semana agora, a gente tem que procurar trabalhar todas essas coisas que deixamos a desejar. Focar especificamente nisso, claro, levar em conta o adversário porque a gente precisa fazer um jogo definitivamente muito melhor do que aquele que a gente fez hoje. Existe sempre uma conversa com os jogadores, existe sempre o intuito de continuar trabalhando, desenvolvendo, ainda que o momento muitas vezes não seja melhor individualmente – afirmou o técnico.

Por fim, o treinador falou sobre a possibilidade de atuar com dois meias no decorrer do campeonato.

– Sim, existe. Todas as possibilidades estão em aberto. Na verdade, o Lucas é muito mais próximo de meia do que de um volante, mas eu entendo a pergunta. Acho que sim, depende mais de fatores para que eu tome essa decisão. Depende do momento deles, depende da condição do adversário, a estratégia, o plano que a gente traça, mas é uma possibilidade – finalizou o treinador.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top