Ceará

Melhor em campo contra General Caballero, Cléber vive de altos e baixos no Ceará; confira a trajetória

Foto: Felipe Santos/cearasc.com

O atacante de 25 anos veio do Barbalha em 2020 e chegou marcando seu nome na história do clube com gols decisivos, mas não manteve o bom rendimento e de lá pra cá viveu uma intensa montanha russa no seu desempenho pelo Ceará, recebendo duras críticas por parte da torcida.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook. 

Trajetória

Com sua chegada em 2020, o atleta nascido em Salvador (BA), não demorou para cair nos braços da torcida, com apenas sete jogos ele já tinha balançado as redes quatro vezes, sendo duas dessas na final da Copa do Nordeste, dando o bicampeonato invicto da competição para o time comandado por Guto Ferreira na época. O Ceará rapidamente colocou uma multa rescisória no valor aproximado de R$ 30 milhões para o mercado nacional e 20 milhões de euros para o exterior. O atacante terminou sua primeira temporada com a camisa alvinegra marcando oito gols em 38 jogos

No ano de 2021 as oscilações ficaram evidentes, o camisa 89 converteu apenas seis gols em 44 participações, as criticas que já existiam começavam a tomar maiores proporções principalmente nas redes sociais, onde havia uma intensa cobrança pela chegada de um atacante com “faro de gol”.

Na atual temporada o centroavante já alcançou a marca de cinco gols em 15 oportunidades e diz que entende a cobrança da torcida: “Eu sei que a torcida é um pouco impaciente quando os gols não acontecem. Tudo serve de aprendizado”.

O fato é que o atacante se esforça e se entrega em cada partida que participa, Dorival Júnior diz que reconhece o esforço e rasga elogios para o camisa 89: “Ele tem toda a nossa confiança, sempre teve, desde que cheguei eu falei que não abria mão de contar com o Cléber, porque eu acredito muito no potencial desse rapaz”.

Apesar do baixo índice de gols pelo Ceará, Cléber costuma aparecer em jogos decisivos, já marcou em clássicos e foi o nome da última conquista da Copa do Nordeste pelo Vozão. Seu papel em campo também deve ser reconhecido, é um jogador que ajuda taticamente, marca o adversário e cria espaços no campo para o jogo ofensivo do time cearense. O que se espera agora é que os gols voltem de vez e “Clebão” consiga recuperar a confiança do torcedor.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top