Santos

Melhor em campo, Sánchez comemora classificação, e pede foco ao Santos: “É sempre uma final”

Foto: Ivan Storti/Santos FC
— Continua depois da publicidade —

Capitão do Santos na vitória sobre o Olimpia, por 3 a 2, pela Libertadores, o meia Carlos Sánchez vibrou com o resultado e com a classificação antecipada às oitavas de final da competição. O Uruguaio ainda foi eleito o melhor jogador em campo.

Em entrevista à Conmebol após a partida, Sánchez explicou que o objetivo do Santos era sair do Paraguai com a classificação na bagagem.

“Era um objetivo importante para o Santos. Viemos com mentalidade e confiança de fazer boa partida. Conseguimos a vitória importante para nos classificarmos”, disse o uruguaio.

Além disso, Sánchez também falou sobre as dificuldades da partida diante do Olimpia. Para o meio-campista, todos os jogos de Libertadores são complicados, e o Peixe precisa tratar todos como uma final.

“Partidas de Libertadores são duras, fortes. Estávamos preparados e conseguimos a vitória com muita força. É sempre uma final. Estamos bem. Somos do Santos e não podemos nos acomodar”, completou.

Perto de gol histórico

Com o gol marcado sobre o Olimpia, Sánchez se aproximou ainda mais da marca de maior artilheiro estrangeiro da história do Santos. Com 25 gols, o uruguaio está a um gol de se igualar ao colombiano Jonathan Copete, que tem 26.

O Santos volta a campo no próximo domingo, quando enfrenta o Goiás, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro. Na Libertadores, o próximo compromisso do Peixe é no dia 20, contra o Defensa y Justicia, na Vila Belmiro.

Para saber tudo sobre o Santos, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top