Fluminense

Mesmo com mudanças, coletivo do Fluminense funciona em vitória pelo Brasileiro

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

Enfim, o Fluminense conquistou a primeira vitória fora de casa pelo Campeonato Brasileiro. O Tricolor foi para a partida com um time misto visando o duelo pela Copa do Brasil na terça-feira, o que colocou uma pulga atrás da orelha nos torcedores. Contudo, os setores do time foram bem, especialmente, o meio-campo, que conseguiu brecar as investidas do Athletico-PR. O grupo parecia entrosado e pouco sofreu sustos.

A começar por Muriel. O goleiro foi fundamental na parte final, quando o Athletico-PR pressionou, mas o arqueiro tricolor conseguiu duas defesas difíceis para fechar a meta. A defesa composta por Luccas Claro e Digão foi quase perfeita. Eles conseguiram boas interceptações pelo alto e desarmes na entrada da área.

Os laterais, por sua vez, foram os com menor rendimento. Lucas Calegari, que substituiu Igor Julião, foi bem nos ataques, porém pecou na recomposição. Enquanto Egídio pouco apareceu, mas foi regular.

No meio, Yuri e Dodi tiveram proporcionaram boa dinâmica no meio para defender e também ajudar na parte ofensiva. E o destaque ficou para Paulo Henrique Ganso. O meia conseguiu criar, não se escondeu do jogo, utilizou de sua experiência nos minutos finais para segurar o Athletico. Se conquistar uma regularidade, pode entrar no time titular. E, por fim, Michel Araújo mostra ainda mais titularidade no Fluminense. Com boa movimentação e força física, ajudou o time na vitória.

O ataque foi importante taticamente, mas foi o que mais destoou. Wellington Silva conseguiu algumas vezes puxar contra-ataques, mas ainda pecou nos passes. Marcos Paulo e Luiz Henrique, que chegou a ser substituído no primeiro tempo, pouco apareceram no jogo e não agregaram. Caio Paulista na segunda etapa mostrou apenas vontade e também precisa de mais tempo em campo para fazer a diferença

O Fluminense chegou a sete pontos no Brasileiro. O time volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo sábado para fazer o clássico contra o Vasco, às 19h (de Brasília), no Maracanã. Antes, porém, decide uma vaga na quarta fase da Copa do Brasil na terça-feira, contra o Figueirense às 21h30 no Maracanã. Como perdeu o jogo de ida por 1 a 0, precisa ganhar por dois de diferença para se classificar no tempo normal.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top