Lutas

Michael Chandler diz que estava ‘errado’ sobre Charles do Bronx: “É o lutador do ano”

Michael Chandler
Divulgação/Facebook Oficial UFC Brasil

Michael Chandler perdeu a chance de se tornar campeão do UFC para Charles do Bronx em maio. Uma derrota que o fez repensar a visão que tinha sobre o brasileiro, o exaltando ao invés de tentar ter algum antagonismo contra o agora dono do cinturão dos leves do Ultimate.

Entrevistado pelo site MMAFighting, Chandler afirmou que, para ele, o brasileiro foi o ‘lutador do ano’ de 2021, enxergando na trajetória do lutador na temporada o grande momento de sua carreira tanto pela conquista do cinturão como pelo fato de ter vencido um lutador ao qual muitos viam como favorito (Dustin Poirier).

LEIA TAMBÉM

+ Jéssica Bate-Estaca quer enfrentar ex-campeã do UFC nos moscas: “Seria um grande show”

+ Dominick Cruz afirma que deseja luta contra José Aldo: “Seria uma honra para mim”

– O que o Charles tem feito, ele está há muito tempo no UFC, e finalmente conquistou o ouro e o defendeu contra um cara que todo mundo sabia que era o desafiante número 1 do mundo (Poirier), se não o melhor peso-leve do mundo. Tem sido um ótimo ano para ele e eu votaria no Charles do Bronx como lutador do ano. Tiro o meu chapéu para ele – afirmou o americano.

Os elogios do antigo rival ao brasileiro não pararam por aí. O próprio lutador decidiu fazer um ‘mea culpa’ por duvidar da capacidade de do Bronx de ser um campeão dominante da categoria dos leves. E agora ver o paulista ter o cinturão e ter que lutar para tentar tomar dele a cinta.

– Você não pode entrar numa luta pelo título, quase ser nocauteado, perder um round por 10 a 8 para mim e me encontrar no meio do octógono como ele fez e vencer a luta. Ou ter uma vitória sobre Dustin Poirier, com uma finalização, mas dominando dois rounds e não ter a opinião de que é um campeão ou tem calibre de campeão. Estávamos errados sobre o Charles e eu serei o primeiro a admitir isso – declarou Chandler.

– Quando eu falava dos melhores pesos-leves do UFC, desde quando entrei aqui, nunca teria pensado que eu desafiaria o Charles pelo título ou querer o cinturão e correr atrás dele porque está nas mãos dele.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top