Futebol Internacional

Ministro do Esporte da Argentina estuda possível data para a volta do futebol nacional

Foto: Reprodução/Boca Juniors

Nas últimas semanas, uma das pautas que ronda o futebol argentino, é a possível volta do principal campeonato do país. Por conta da pandemia do coronavírus, o futebol foi uma das atividades proibidas de ocorrerem por tempo indeterminado, entretanto, uma data para possível retorno não é descartado. No canal TyC Sports, o jornalista Ariel Senosiain, noticiou durante o programa Líbero, que os treinos poderiam voltar a acontecer ao fim de julho e começo de agosto. Já as partidas, ficariam datadas para o fim de setembro e começo de outubro.

A ideia de transferir os jogos, para uma província com menos casos do Covid ganhou os noticiários, após o ministro do turismo e esporte da Argentina, Matías Lammens, declarar em entrevista a rádio Metro 951, que essa poderia ser um possibilidade. O mesmo ministro, disse em outra entrevista, desta vez para a rádio La Red, que já está sendo trabalhado um protocolo para a volta dos treinamentos, o mais provável seria em setembro.

Dentre essas províncias, estão as localizadas mais ao norte do país como Tucumán, Salta e Jujuy. As duas últimas, contam com apenas cinco casos confirmados cada uma.

O Esporte News Mundo apurou com o Secretário de Esportes de Jujuy, Hugo Flores a respeito dessa possível transferência, ele afirmou que a província está trabalhando e analisando algumas estratégias para a volta do futebol “Estamos avaliando disponibilidade de hotéis, espaços de treinamento, estádios para os jogos, e também os protocolos que todos devem cumprir para poder entrar na província, ou seja, ter cumprido a quarentena e uma série de requisitos.” Hugo segue “Isso não depende só de nós, há que ter uma decisão da AFA, é o principal. Entretanto nós temos condições de receber esses jogos, o governador está trabalhando para essa possibilidade. Mas tudo isso ainda é só um projeto” declarou o secretário.

A Argentina atualmente está com 8783 casos confirmados e 393 mortes, sendo a maioria na capital Buenos Aires. O país se encontra em isolamento obrigatório, e até o momento o presidente Alberto Fernández, declarou que o futebol não é a prioridade.

2 Comments

2 Comments

  1. Pingback: AFA faz campanha para doação de plasma em troca de camisas de times

  2. Pingback: Tevez se posiciona contra a volta do futebol: "É difícil voltar enquanto os hospitais estão colapsados"

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top