Cruzeiro

Momentos opostos! Hoje na Série B, Cruzeiro conquistava, há 45 anos, primeira Libertadores de sua história

Em pé (da esquerda para a direita): Eduardo, Nelinho, Mariano, Piazza, Morais e Ozires. Agachados: Roberto Batata, Palhinha, Jairzinho, Joãozinho e Raul Foto: Site Oficial Cruzeiro/Reprodução

Nesta sexta-feira (30), o Cruzeiro entra em campo pela Série B do Campeonato Brasileiro buscando vencer para ainda sonhar com o retorno a elite nacional, e sair da má fase na competição – a Raposa, atualmente na zona de rebaixamento, é a penúltima colocada na tabela de classificação e não vence há oito partidas, podendo igualar jejum do ano da queda à segunda divisão, em 2019.  

Mas, na presente data, o time mineiro tem uma conquista importante para relembrar. É que, em momentos totalmente distintos em toda a história centenária da Raposa, há exatos 45 anos atrás, o Cruzeiro conquistava a América pela primeira vez, levantando o título de campeão da Copa Libertadores de 1976 diante do River Plate, da Argentina, no Estádio Nacional, em Santiago.  

Na ocasião, a Raposa vencia a partida desempate e conquistava a taça. Isso porque, antes disso, na partida de ida da grande final, o Cruzeiro venceu o time argentino no Mineirão, por 4 a 1, mas perdeu o jogo de volta, por 2 a 1, no Monumental, em Buenos Aires. A partida desempate então foi necessária, já que, diferente dos dias atuais, não era considerado o saldo de gols. 

Veja também: Em ‘TBT’, Henrique aparece nas redes sociais para relembrar conquistas pelo Cruzeiro: ‘Quando éramos felizes’

Na partida final, realizada em 30 de julho daquele ano, o Cruzeiro venceu o River Plate, por 3 a 2, e, então, conquistou a Libertadores da América pela primeira vez, com gols de Nelinho, Eduardo Amorim e Joãozinho. O perfil oficial da Conmebol Libertadores no Twitter relembrou a conquista celeste. Confira:

A Conmebol Libertadores aproveitou para lembrar também o gol do título do Cruzeiro, marcado por Joãozinho, em bela cobrança de falta. Confira a postagem:

O Cruzeiro também relembrou a conquista em suas redes sociais com uma thread. Confira a postagem:

IN MEMORIAN 

Uma curiosidade daquele título é que um dos maiores jogadores do Cruzeiro na época, o atacante Roberto Batata não pôde comemorar o título com os companheiros em vida, pois morreu apenas dois dias após bela atuação diante do Alianza, em Lima, ainda na 2ª fase da competição. O jovem jogador na época sofreu um acidente de carro enquanto ia visitar sua família. 

Na partida de volta contra o mesmo Alianza, que havia sido derrotado na partida de ida por 4 a 0, o Cruzeiro saiu vitorioso de campo homenageando o atleta que partiu: 7 a 1 em cima do adversário, exatamente o número que Batata usava. Na comemoração do título, o jogador também foi lembrado em orações e com uma linda dedicatória. 

Em maio deste ano, a Fifa relembrou a morte do jogador. Confira: FIFA relembra morte de ex-atacante do Cruzeiro, histórico em conquista da Libertadores

UM 2021 COMPLETAMENTE OPOSTO 

Sem comemorar títulos, de fora das grandes competições nacionais e tampouco time integrante da Libertadores, principal competição continental, o Cruzeiro disputa a segunda divisão nacional. Com má campanha, entra em campo no “mesmo” dia 30 de julho, mas em busca de vencer para aspirar melhores colocações na Série B. E o adversário é direto no Z4, já que o Londrina também se encontra em má fase.  

A partida será realizada no Mineirão, às 21h30 desta sexta-feira (30), válida pela 15ª rodada da competição. E você pode acompanhar todas as emoções da partida, em tempo real, no Esporte News Mundo. 

Saiba mais sobre a partida de logo mais: Com mesma pontuação, Cruzeiro e Londrina se enfrentam pela Série B em duelo direto no Z4

Para saber tudo sobre o Cruzeiro, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top