Ponte Preta

Moreno lamenta derrota da Ponte Preta no Majestoso: ‘Merecia o empate’

Moreno lamenta derrota da Ponte Preta no Majestoso: 'Merecia o empate'
Crédito: Álvaro Júnior / AA Ponte Preta

Fábio Moreno lamentou a derrota sofrida pela Ponte Preta diante do Mirassol, na última quinta-feira à noite, no Estádio Moisés Lucarelli, pelo placar de 2 a 1.

Em coletiva de imprensa, treinador bateu na tecla de que a Macaca poderia ter saído de campo com, pelo menos, um ponto, em decorrência da pressão esboçada no fim do segundo tempo e comentou sobre o papel de Apodi mais adiantado.

+ Fábio Moreno apoia Yuri na Ponte Preta: ‘Precisa readquirir confiança’

“O Apodi tem, por característica, fazer as diagonais e agredir a primeira linha adversária. Você jogando em casa e você precisando do resultado, eu não me furto da minha obrigação de tentar, ao máximo, fazer com todas as minhas forças conseguir fazer o gol para Ponte Preta. Então o Apodi tem essa característica de ser um jogador muito ofensivo”, comentou.

“A gente colocou ele mais à frente para ele ir trocando de posicionamento com o Niltinho e por dentro. A mesma coisa foi com o Moisés. A gente incomodou bastante, teve um volume muito bom e falhou um pouquinho nas finalizações. Mesmo assim, teve bola na trave. Eu acho que a gente merecia, pelo menos, um empate hoje pela determinação e pela entrega que esses atletas tiveram dentro de campo”, emendou.

Fábio também explicou a estratégia adotada diante do Mirassol, a mesma aplicada na vitória contundente em cima do Santos, em Campinas.

“O time contra o Santos foi praticamente a mesma estratégia de hoje. Na verdade, a gente buscou, quando estava sem a bola, baixar as linhas para tentar forçar o erro. Muitas vezes, a gente estava muito bem posicionado e o Mirassol errou os passes. Tentava fazer os passes, e a gente roubava. Forçamos os erros deles. A grande diferença de uma partida para outra é que a gente não teve aquela precisão pra concluir as jogadas”, opinou.

“Novamente a gente criou algumas chances. Tivemos bolas na trave. Tivemos chance, mas assim bola no gol mesmo e decisiva para o (Alex) Muralha fazer grandes defesas a gente não conseguiu novamente. É o segundo jogo que a gente tem um volume até que bom, mas a gente não termina em finalização ao gol”, adicionou.

CONFIANÇA

Embora amargue três reveses nos quatro últimos jogos, Moreno mantém confiança na evolução da Ponte Preta no decorrer do Campeonato Paulista.

“A gente continua em busca de melhorar a equipe. A gente, nesse jogo, falhamos em uma bola parada e, depois, em um lance meio que duvidoso de pênalti. Em pontos cruciais dentro da partida, quando você volta para um segundo tempo, ele já toma um gol. O abalo emocional foi muito forte. A gente sente já normalmente essa cobrança e essa pressão. Quando toma um gol assim, logo na subida do túnel, fica bastante difícil, mas ainda assim eu acho que a equipe mostrou força e determinação para tentar, até o final, buscar o empate, pelo menos”, pontuou.

“Pelo menos, era chegar em uma pontuação um pouco maior. O sistema defensivo da Ponte é um todo. Começa com todos os jogadores lá da frente até atrás. Com relação à saída de bola, muitas vezes é uma insegurança e uma falta de cuidado ali que a gente pede para, quando tiver mais pressionado, colocar a bola mais à frente. Isso daí precisa ser trabalhado. Apesar de não ter mais período de treino praticamente, a gente vai continuar batalhando no pouquinho tempo que a gente para ir aperfeiçoando a nossa equipe”, finalizou.

TABELA

Com derrota diante do Mirassol em casa, terceira em quatro jogos nesta temporada, Ponte Preta segue estacionada em dez pontos, na terceira colocação do Grupo B, atrás da Ferroviária (12).

Em busca de reabilitação, Macaca volta a campo neste domingo, 02 de maio, diante do Ituano, no Estádio Novelli Júnior, às 22h15, pela 10ª rodada do Campeonato Paulista.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top