Campeonato Brasileiro

Morínigo elogia jogadores e critica arbitragem no empate do Coritiba fora de casa

Divulgação/Coritiba

Na noite do último sábado (23), o Coritiba enfrentou o Atlético-MG na Arena Independência em partida válida pela 3ª rodada do Brasileirão. O Verdão saiu atrás no placar com os mandantes fazendo dois gols, ambos de Savarino, e o no segundo tempo o Alviverde conseguiu empatar com os atuais campeões da competição. Igor Paixão e Adrián Martínez garantiram este importante ponto fora de casa.

Para saber tudo do Coritiba, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook. E se inscreva no nosso YouTube!

Após o jogo, o técnico Gustavo Morínigo, muito elogiado pelos torcedores, participou da coletiva de imprensa e falou sobre a importância desde ponto conquistado e novamente criticou a arbitragem:

— O time teve uma recuperação muito boa na segunda etapa. Sabíamos que estávamos enfrentando um time que não perdoa.. Infelizmente o segundo gol excepcional que sofremos um acidente e lutamos, nos reunimos, começamos a perceber e realmente damos um valor importante, considerando que estamos chegando como visitantes contra um dos melhores times do Brasil e com algumas questões de arbitragem que continuam prejudicando nosso desempenho.

Na sequência foi falado que, mesmo após sofrer os gols, o time Coxa-Branca estava bem na partida, tendo oportunidades claras de balançar as redes e o treinador falou sobre este fato de não se abalaram apesar de estarem atrás no placar:

— Sim, estávamos bem, mas volto a falar, é um time que aproveita muito bem a situação, um time que sabe jogar curto, que sabe jogar bolas longas, nas entrelinhas, por fora, tem muita diversidade que eles aproveitaram nesse primeiro gol especificamente, mas o que importa hoje é a recuperação que tivemos no resultado -2. A atitude que também tivemos no local para vir, não mudar nossa mentalidade, nossa maneira de jogar. Tivemos que fazer mudanças e elas funcionaram, isso é muito importante, realmente soma muito para o futuro. Não deixa de se preocupar algumas questões que estamos errando, mas que podemos resolver muito mais fácil com um resultado assim do que perdendo.

Gancho de sua resposta, foi perguntado sobre as mudanças feitas no decorrer da partida. Todas as trocas realizadas tiveram uma ótima atuação e contribuíram para que o Verdão chegasse ao empate fora de casa:

— O time é bastante maduro nessa parte. Mudamos nossa ideia, nossa mentalidade no segundo tempo.. O esforço que eles colocam contra a torcida, contra um forte rival, contra as decisões do árbitro que particularmente me preocupa, porque não é só nesse jogo, em quase todos os jogos a arbitragem favorece a camisa, e isso não pode acontecer. Houve uma expulsão, houve um tapa, como muitas coisas que podem realmente prejudicá-los, eles nos prejudicaram em determinado momento… Nos trataram muito muito mal [todo o grupo de arbitragem], então temos que rever isso na CBF, esses times não precisam de favores, são grande times e podem jogar sozinhos, então essa questão me preocupa mais. Só temos que continuar trabalhando, focados e já pensando no próximo jogo.

Por fim, o paraguaio elogiou todos os jogadores e disse que o mérito é todo deles. Disse que não adianta a comissão técnica ter as ideias se o grupo não tiver disposição para colocá-las em prática.

O Coritiba volta a campo no próximo domingo (01) e recebe o Fluminense pela 4ª rodada do Brasileirão. A bola rolas às 16h, no Estádio Couto Pereira.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top