Lutas

Na Jordânia, Hasan Talal transforma trabalho na luta para aprimorar o esporte

Foto: Arquivo pessoal

Há alguns anos na Jordânia, Hasan Talal tem dividido o trabalho na luta entre treinos, as lutas em si e também para aprimorar o esporte do seu coração. Natural do Iraque, o lutador, que tem contrato com a Brave, também é o chefe da filial na Jordânia do shidokan jitsu.

Em conversa com o Esporte News Mundo, Hasan Talal, hoje com 34 anos, lembrou da importância deste trabalho para a sua carreira. O lutador, que tem faixa preta no karate kyokushinkai do Japão, e faixa roxa no BJJ, se dedica diariamente para obter os seus objetivos no esporte.

Foto: Arquivo pessoal

– Eu tenho faixa preta em karate kyokushinkai do Japão, além de ser também faixa roxa no BJJ. Tenho o grau de chefe da filial da Jordânia em shidokan jitsu. Este esporte é quase derivado de kyokushinkai 2dan. Todo este trabalho é muito importante para a consolidação de toda a nossa construção esportiva – pontuou Hasan Talal.

Hasan Talal tem vasta experiência na carreira. E isto é levado pelo atleta para o trabalho fora dos octógonos. O lutador lembrou de nomes importantes que já enfrentou, lutou e venceu. E sempre com a missão de levantar o nome dos países do coração no seu esporte.

– Trabalho bastante, treino, minha dedicação é intensa e diária. Vou levantar o nome do meu país natal, o Iraque, e do meu segundo país, a Jordânia, onde vivo hoje em dia, e que aprendi muito com seus treinadores – destacou o lutador, antes de encerrar:

– Derrotei bons lutadores, Muhammad Yahya, que agora é o campeão dos guerreiros dos Emirados, Muhammad Ali Al-Masry, e Lucien. Sonho com um título na minha carreira. E tenho certeza que com meu trabalho, em todos os sentidos, este sonho se tornará realidade.

Foto: Arquivo pessoal
Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top