Basquete

Na sexta final consecutiva da NBA, Iguodala quer conquistar o quarto anel e fazer história na Liga

— Continua depois da publicidade —

Que Andre Iguodala é um excelente jogador não se pode discutir. O sexto homem do Miami Heat já entrou para a história da NBA. Ele se torna apenas o terceiro não Celtic (do histórico time do final da década de 50, e início de 60) na história da NBA a aparecer em pelo menos seis finais consecutivas. Os outros não Celtics a fazer isso são LeBron James e James Jones.

Iguodala foi draftado pelo Philadelphia 76ers na temporada 04/05, e se manteve pelos Sixers por 8 temporadas. Na temporada de 12/13 jogou pelo Denver Nuggets. Na temporada 13/14 foi para o elenco que estava se reconstruindo, e já se mostrava bem sólido, o Golden State Warriors. E nesta temporada, os Warriors resolveram fazer uma outra reconstrução, e Andre Iguodala esteve na barca, parando no Miami Heat.

Iggy sempre foi um jogador regular por todas as franquias que passou, fazendo todas as equipes onde passou, serem competitivas. Ele na carreira tem média de 14 pontos, 4.4 assistências e 5.4 rebotes por jogo.

PRIMEIRA FINAL – O título com o histórico MVP Finals

Na temporada 14/15, Iguodala foi reserva durante toda a temporada e começou como titular pela primeira vez juntamente no quarto jogo das finais. Ele foi o primeiro jogador a não começar nenhum jogo como titular durante a temporada regular e receber o prêmio. Andre Iguodala entrou para ajudar na marcação de LeBron James que vinha carregando Cleveland nas costas, e fez muito bem, e ainda deu mais agilidade no ataque, já que os Warriors ia no “small ball” com ele em quadra. No sexto jogo, anotou 25 pontos, com três bolas de três, cinco rebotes e cinco assistências.

Photo by Ezra Shaw/Getty Images

SEGUNDA FINAL – A revanche dos Cavs com o toco em Iguodala

Na temporada 15/16, Iggy fez parte do elenco mais vitorioso da história da liga, com 73 vitórias e apenas 8 derrotas. Superando o Chicago Bulls de Michael Jordan, que na temporada 95/96 conseguiram 72 vitórias e 10 derrotas. Os Warriors eram mega favoritos para o título daquele ano, com a dupla “Splash Brothers” Stephen Curry e Klay Thompson voando baixo, e com um belo elenco de apoio que incluía Andre Iguodala. Nas finais, os Warriors venciam os Cavalaiers por 3-1 até com uma certa facilidade, e foram jogar o quinto jogo em casa, quando foram surpreendidos pelos Cavs, e acabaram tomando a virada no sétimo jogo em casa, com um toco sensacional de LeBron James em cima do MVP das finais da temporada anterior, Andre Iguodala, faltando menos de 2 minutos de jogo, quando poderia decretar mais um título para a franquia de São Francisco, na época.

Photo by Thearon W. Henderson/Getty Images

TERCEIRA FINAL – Mais um confronto contra o Cleveland Cavaliers, mas dessa vez com o título

Na temporada 16/17, já era o terceiro embate entre Golden State Warriors e Cleveland Cavalaiers, mas dessa vez os Warriors tinham um reforço de peso. Kevin Durant tinha fechado com ele para o início da temporada regular, e um time que já era favorito para o título, ficava ainda mais favorito com a contratação de um dos maiores jogadores da história. E mais uma vez o trabalho de Iguodala foi marcar LeBron James, e desta vez o “King” ficou no bolso do Iggy.

Photo by Ronald Martinez/Getty Images

QUARTA FINAL – O favoritismo dos Warriors e a varrida nos Cavs

Na temporada 17/18, o quarto e último confronto contra o Cleveland Cavaliers de LeBron James que já não contava mais com Kyrie Irving ficou ainda mais complicado para a equipe de Ohio. E a equipe de Andre Iguodala não podia fazer nada, pelo contrário, manteve todas as suas estrelas, e só aumentaram seu entrosamento. Resultado final, 4-0 para os Warriors, e o terceiro título na carreira para Iggy.

Photo by Justin K. Aller/Getty Images

QUINTA FINAL – A dolorida final contra os Raptors

Na temporada 18/19, a quinta final dos Warriors, e de Iguodala, tinha tudo para ser mais um título para seu currículo, porque além do elenco ser fortíssimo, contrataram um dos pivôs mais dominantes da NBA naquela altura, DeMarcus Cousins, e o quinteto dos sonhos estava formado com: Curry, Thompson, Durant, Green e Cousins, e iguodala como sexto jogador. Tinha tudo para ser um time imbatível. Mas não contavam com uma coisa, as lesões. Durant sofreu uma lesão grave no tendão de aquiles durante as finais, Thompson com outra lesão grave no joelho no jogo seguinte, e jogaram com Cousins “baleado” nas finais. Mas os Raptors de Kawhi Leonard e Kyle Lowry jogaram muito bem, e conquistaram o título.

Photo by Lachlan Cunningham/Getty Images

SEXTA FINAL – Iguodala vs LeBron novamente, e aí, quem leva?

Com certeza muita gente não imaginava o Miami Heat na final da NBA nesta temporada, mas Erik Spoelstra fez um trabalho excelente, e levou esse ótimo time do Miami para a primeira final desde 2014. Agora Iguodala vê pela primeira vez o favoritismo do outro lado, não dá pra negar que os Lakers é o favorito para o título. Mas será que o Miami Heat vem para o crime?

Photo by Kevin C. Cox/Getty Images

As finais da NBA começam na próxima quarta-feira (30) às 22:00 no horário de Brasília.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top