Atlético-MG

Entre altos e baixos, Nacho se torna o segundo jogador com mais participações diretas em gols pelo Atlético-MG na temporada

Nacho Foto: Pedro Souza/Atlético
Foto: Pedro Souza/Atlético

Autor do gol da vitória do Atlético-MG no último sábado diante do Democrata-GV, por 1 a 0, o meio-campista argentino Nacho Fernández se tornou o segundo jogador com mais participações diretas por gol nesta temporada. ‘El Cérebro’ como é comumente chamado, vive um início de ano entre altos e baixos, assim como foi o 2021 do camisa 26.

Na temporada atual, com o gol marcado contra o Democrata, Nacho chegou ao segundo tento assinalado pelo Atlético, além de outras três assistências para gol – passe para Hulk contra a Patrocinense, outro para Arana contra o América e cruzamento para Fábio contra o Pouso Alegre. Entre todos do elenco do Galo, ele é o segundo com maior participação direta em gols na temporada, atrás apenas do artilheiro Hulk (6).

+ O Xerife está de volta! Atlético-MG oficializa retorno de Júnior Alonso até o final desta temporada

Confira a lista de participações diretas em gols na temporada:

  1. Hulk: 6 participações diretas (6 gols)
  2. Nacho: 5 (2 gols e 3 assistências)
  3. Arana: 4 (2 gols e 2 assistências)
  4. Sasha: 3 (3 gols)
  5. Ademir: 3 (2 gols e uma assistência)

Para ficar informado sobre tudo acontece com o Atlético-MG, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram

Se cada partida for contada com 100 minutos, isso acrescentando o tempo das substituições e os acréscimos, Nacho também participa de um gol a cada 111 minutos. São cinco participações diretas em 556 minutos em campo. O dado foi levantado pelo ge.

+ Com Alonso de volta, Atlético-MG terá sete estrangeiros e Mohamed viverá dilema em jogos nacionais; entenda

Mesmo com os números favoráveis, Nacho vive momentos de altos e baixos neste início de ano. O jogador foi alvo de críticas, principalmente após o clássico contra o Cruzeiro, quando esteve com rendimento abaixo dos outros companheiros de equipe.

A situação também aconteceu em 2021, mas a parte física foi a principal justificativa, tendo em vista que o primeiro semestre foi de grandes números e, no segundo, terminou a temporada no banco de reservas. Além disso, pesa o fato de que não havia feito uma pré-temporada pelo Atlético.

No ano passado, o jogador chegou como uma das principais contratações para a temporada e se provou em campo. Nacho terminou o 2021 com 10 gols e 12 assistências anotando um “duplo duplo” nas estatísticas pelo alvinegro mineiro. Agora, em 2022, o argentino começou a todo vapor e, caso mantenha a média, repetirá o feito neste ano.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top