Campeonato Brasileiro - Série B

‘Não vou jogar a toalha’, garante Gilson Kleina sobre futuro na Ponte Preta

'Não vou jogar a toalha', garante Gilson Kleina sobre futuro na Ponte Preta

Gilson Kleina ficou visivelmente incomodado ao ser questionado sobre futuro à frente da Ponte Preta após segunda derrota consecutiva na Série B do Campeonato Brasileiro.

Minutos depois de ter sido superado pelo Vitória por 1 a 0, em Salvador, treinador reforçou confiança no trabalho executado na Macaca.

+ Apática, Ponte Preta é derrotada pelo Vitória e se afunda no rebaixamento

“Quando a gente recebe um tipo de pergunta dessa (ameaçado no cargo), até parece que a gente não está trabalhando, sabe? Parece que a gente passa o dia em Campinas. Queria até convidar esse repórter aí para vivenciar o dia a dia nosso lá. Sei como é duro e como a gente está se dedicando. Eu quero falar isso ao torcedor. Não é fácil você trabalhar em uma situação. Daqui a pouco, você faz um apronto. Daqui a pouco, vem o resultado e você não vai poder contar com dois ou três. Você tem que mudar durante a viagem e organizar o time na palestra”, rebateu, em coletiva de imprensa.

“Em momento algum, eu vou abaixar a cabeça. Eu te respeito. Em momento algum, eu vou jogar a toalha. Pelo contrário, a gente é vencedor no futebol, porque já passou por essa situação. Eu nunca passei por essa situação com a Ponte Preta. Está todo mundo sofrendo, mas aqui todo mundo vai sair junto. Pode ter certeza disso. Pelo contrário. É dormir. Não é fácil dormir com uma derrota dessa. A gente sente também muito”, prosseguiu.

“Você não pensa que a gente não quer levar a vitória para o nosso torcedor e para nossa família, mas a gente vai forte na sexta-feira. A gente vai ser forte para próxima sequência. Nós vamos sair dessa junto. Não pensamos jamais… eu vou pensar em como armar uma estratégia para Ponte Preta ser vitoriosa e como a gente vai organizar e mobilizar para que esse grupo possa dar a volta por cima. É isso que eu vou trabalhar. É isso que eu quero mostrar para o torcedor. É isso que nós vamos terminar forte. Eu tenho certeza de que a Ponte ainda vai dar muita alegria nesse campeonato”, emendou.

MOBILIZAÇÃO

Com apenas uma vitória nos 13 primeiros jogos, Gilson Kleina bateu na tecla de mobilizar o elenco para Ponte Preta espantar má fase e escapar da zona de rebaixamento.

“Estou focado no elenco e nos jogadores. Eu posso falar uma coisa para vocês. Presidente e diretoria sempre estão atuantes dentro dos treinamentos. A gente sempre está conversando. É claro que nós também estamos preocupados, porque a gente quer o resultado, mas não vai interferir nessa situação”, garantiu.

“Eu tenho certeza de que a Ponte Preta tem que fazer de tudo para dar o resultado esportivo e com o resultado dentro de campo, que é isso que fortalece. É isso que vai fomentar muita situação, mas estamos focados simplesmente no jogo a jogo, no dia e no trabalho para as coisas poderem ser resolvidas e fazer a Ponte ser forte novamente”, finalizou.

TABELA

Sem vencer há cinco rodadas, Ponte Preta, na vice-lanterna com apenas nove pontos, volta a campo pela Série B do Campeonato Brasileiro nesta sexta-feira, 23 de julho, diante do Goiás, quarto colocado, no Estádio Moisés Lucarelli, às 20h.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top