Basquete

NBB: Flamengo faz mais de 100 pontos, Minas vira no fim, Brasília volta a vencer e Cubillan dá show

Foto: Divulgação/Time Flamengo

A última rodada do primeiro turno do NBB segue pegando fogo, e a noite desta terça-feira (11) contou com jogos interessantes para o fã do basquete nacional. No Maracanãzinho, o Flamengo amassou o Bauru, que só teve sete jogadores disponíveis por conta da Covid, em mais uma partida com mais de 100 pontos para a equipe carioca. Terceiro colocado, o Minas venceu o Pinheiros de virada no último quarto e fechou o turno com 13 triunfos. Agora, os paulistas dependem da derrota do Pato amanhã, contra o São Paulo, para garantirem a vaga na Copa Super 8. Na parte de baixo da tabela, o lanterna Brasília superou o Fortaleza e conquistou a terceira vitória no torneio, além de ver o veterano e multicampeão Arthur bater a marca de 5000 pontos na carreira. Por fim, o Unifacisa garantiu sua vaga na Super 8 ao passar pelo Cerrado fora de casa, com show do venezuelano Cubillan, autor de 33 pontos no duelo.

FLAMENGO 103 X 59 BAURU

O Flamengo deu mais um show no Maracanãzinho e superou a marca dos 100 pontos pela segunda vez na temporada do NBB. Com somente sete jogadores disponíveis, três deles atletas com mais de 18 anos de idade, o Bauru até equilibrou no primeiro tempo, mas não conseguiu segurar os atuais campeões. Com a derrota, o time paulista perdeu as chances de ter o mando de quadra na primeira partida da Copa Super 8, contra o São Paulo. Enquanto isso, os cariocas ainda aguardam os resultados dos jogos de amanhã para conhecerem seu adversário no torneio mata-mata.

O Bauru começou bem, não deu moleza para o Rubro Negro e só terminou cinco pontos atrás no primeiro período. O time explorou as poucas peças titulares, como Enzo Ruiz e Felipe Vezaro, e teve bom aproveitamento nas bolas de três. No entanto, o Flamengo foi muito bem ofensivamente e contou com boas atuações de Rafa Mineiro, Tulio e Robinson, destaque da noite, para manter a liderança. No último lance da etapa inicial, Franco Balbi acertou uma bela cesta do perímetro para ampliar a vantagem para 11 pontos na ida ao intervalo. 

No segundo tempo, a equipe da casa fez valer a superioridade e se aproveitou do cansaço de um Bauru com apenas dois reservas para matar o jogo. O Fla melhorou a conversão de bolas de longa distância, manteve a intensidade e seguiu avassalador até o final. O placar elástico não esfriou os nervos dos jogadores e o clima ficou tenso, com direito à briga entre Tulio e Danilo no último quarto. No período final, destaque para Dar Tucker, que marcou oito de seus 14 pontos no duelo. Foi a décima quarta vitória do Flamengo na derrota, vice-líder do NBB, em 16 jogos. 

DESTAQUES DA PARTIDA:

Flamengo: Robinson (23 pontos, 8 rebotes e 8/9 de 2pts), Dar Tucker (14 pontos e 6 rebotes), Olivinha (13 pontos e 5 rebotes), Tulio da Silva (11 pontos e 6 rebotes) e Franco Balbi (9 pontos e 5 assistências)

Bauru: Danilo (12 pontos, 8 rebotes e 6/7 de 2pts), Felipe Vezaro (16 pontos e 4 rebotes) e Igor (6 pontos e 6 assistências)

Siga o perfil do Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

MINAS 91 X 84 PINHEIROS

Em uma virada espetacular na reta final, o Minas superou o Pinheiros e fechou o primeiro turno com 13 vitórias em 16 partidas disputadas, a terceira melhor campanha do NBB. Depois de ficar 10 pontos atrás durante o terceiro quarto, a equipe mineira fez um último período impecável e conseguiu garantir o resultado positivo. Destaque para as grandes atuações de Alexey e Tavario Miller, que anotaram duplos-duplos, e Tiago, cestinha do confronto com 21 pontos. Do lado dos paulistas, o americano Coleman, com 17 na conta, e Dikembe, também com um duplo-duplo, tiveram ótimo desempenho, mas não evitaram a derrota.

O Pinheiros foi superior no primeiro tempo e durante quase todo o terceiro quarto. Com uma vantagem de sete pontos antes do período final, os visitantes não conseguiram administrar o placar e viram o Minas reagir. Além da participação fundamental de Alexey na virada, Gui Deodato chamou a responsa mais uma vez e anotou nove pontos nos últimos 10 minutos de jogo. O pivô Maique também foi decisivo ao dar um toco quando a partida estava empatada e consolidar a virada na jogada seguinte com uma bela cravada. Após assumir a liderança, o time da casa não sofreu mais pontos e só administrou o resultado. Apesar da derrota, a equipe paulista ainda sonha com a vaga na Copa Super 8 e terá que secar o Pato Basquete contra o São Paulo, amanhã, para disputar a competição.

DESTAQUES DA PARTIDA:

Minas: Alexey (18 pontos, 7 rebotes e 16 assistências), Tavario Miller (17 pontos e 15 rebotes), Tiago (21 pontos e 5/8 de 3pts), Gui Deodato (17 pontos, 3 rebotes e 5 assistências) e Maique (14 pontos e 6/8 nos arremessos de quadra)

Pinheiros: Dikembe (11 pontos, 11 rebotes e 4 assistências), Dominique Coleman (17 pontos e 4/6 de 2pts) e Jefferson (14 pontos e 8 rebotes)

BRB/BRASÍLIA 82 X 75 FORTALEZA BC

Depois de seis derrotas consecutivas, o Brasília voltou a vencer e superou o Fortaleza em um duelo emocionante. O lanterninha da competição fez uma grande etapa inicial e chegou a abrir 14 pontos de vantagem. Sem peças importantes como Morillo e Granberry, desfalques por conta da Covid, os visitantes reagiram no último quarto e por pouco não buscaram o resultado. O destaque da noite ficou para a marca alcançada pelo “Rei Arthur”, que bateu os 5000 pontos na carreira. O ala de 39 anos disputou todas as edições do NBB, é tricampeão do torneio, foi o primeiro jogador a entrar no Hall da Fama do Brasília e já venceu a antiga Liga das Américas. O camisa quatro conta com ótimo aproveitamento nos arremessos em sua longa trajetória: 80% nos lances livres, 40% nas bolas de três e 58% dentro do garrafão. 

O primeiro quarto foi bem equilibrado na Arena Nilson Nelson, mas o segundo período impecável do Brasília deu uma vantagem confortável de 14 pontos para os anfitriões na ida para o intervalo. João Pedro, que fechou o jogo com a melhor marca na temporada, de 17 pontos, foi o grande destaque do time da casa junto de Gustavo Basílio, cestinha do confronto. A dupla chamou a responsa desde o início, enquanto Rashaun comandou o Fortaleza, que errava muito na frente e pecava nos rebotes. 

Vindo de uma vitória histórica contra o Cerrado em uma partida de quatro prorrogações, o Fortaleza não se abalou e voltou mais ligado para o segundo tempo. O treinador Alberto Bial corrigiu os erros, os cearenses melhoraram nos rebotes e reagiram com a raça de Eugeniusz, as boas jogadas de Ansaloni e a presença de Mãozinha, que mais uma vez pegou muitos rebotes e fechou o duelo com um duplo-duplo. Os visitantes chegaram a diminuir a diferença para três pontos na reta final, mas o Brasília manteve a cabeça no lugar e garantiu a terceira vitória no torneio. Para o próximo confronto, fica a expectativa para outra marca individual: o armador de 30 anos, Ricardo Fischer, está a três pontos de chegar aos 3000 na carreira. Ele anotou 17 na noite e quase coroou a boa apresentação com o feito.

DESTAQUES DA PARTIDA:

BRB/Brasília: João Pedro (17 pontos, 9 rebotes e 2 tocos), Gustavo Basílio (18 pontos e 3 rebotes), Fischer (17 pontos e 5 rebotes) e Arthur (10 pontos e 4 rebotes)

Fortaleza BC: Mãozinha (16 pontos, 13 rebotes e 3 assistências), Ansaloni (11 pontos e 9 rebotes), Pedro Teruel (16 pontos e 4 rebotes) e Eugeniusz (13 pontos e 6 rebotes)

OUTRO JOGO DA RODADA:

CERRADO 74 X 88 UNIFACISA

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top