Conmebol Libertadores

Nenê quebra recorde e se torna o jogador mais velho a marcar no mata-mata da Libertadores

Foto: Lucas Merçon/FFC

Nenê continua escrevendo o seu nome na história da Libertadores. Eleito o melhor em campo na vitória do Fluminense sobre o Cerro Porteño-PAR por 2 a 0, nesta terça-feira, em Assunção, pelo jogo de ida das oitavas de final, o meia-atacante teve uma noite histórica e quebrou mais um recorde na carreira.

+ Nenê celebra vitória contra o Cerro Porteño e projeta jogo da volta no Maracanã

Às vésperas de completar 40 anos, Nenê se tornou o jogador mais velho (39 anos e 359 dias) a marcar no mata-mata da Libertadores. O camisa 11 do Fluminense superou a marca de Carlos Angel López, que marcou com 38 anos e 281 dias nas oitavas de final da Libertadores de 1991, pelo Bolívar, da Bolívia.

Nesta edição, Nenê já havia se tornado o sétimo jogador mais velho a marcar um gol na Libertadores. Na fase de grupos, o meia-atacante marcou na vitória sobre o River Plate-ARG, no Monumental de Nuñez, na última rodada. Ele também é o mais velho a marcar pelo Fluminense na competição.

+ Roger exalta atuação do Fluminense contra o Cerro: ‘Vencer fora de casa é sempre bom’

Com gols de Nenê e Egídio, o Fluminense conseguiu uma boa vantagem para o jogo da volta contra o Cerro Porteño, dia 20, no Maracanã. O Tricolor poderá perder por um gol de diferença ou empatar para avançar às quartas. O Flu volta a campo no próximo sábado, às 21h (de Brasília), contra o Grêmio, em casa, pela 12ª rodada do Brasileirão.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top