Campeonato Brasileiro

Nenê x Cano: clássico entre Fluminense e Vasco marca duelo de artilheiros

Arte: Esporte News Mundo; Fotos: Mailson Santana/Fluminense, Rafael Ribeiro/Vasco

Por: Carlos Bandeira de Mello e Gabriel Rodrigues

Além de toda história que envolve o clássico entre Fluminense e Vasco, o jogo promete um duelo de artilheiros. Neste sábado, no Maracanã, Nenê e Cano, que são destaques e têm mostrado boa relação com as redes, se enfrentam, às 19h, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Pelo lado Tricolor, o meia está em ótima fase aos 39 anos e tem tudo para conquistar bons números na carreira. Do âmbito Cruz-Maltino, o atacante argentino chegou para tomar uma posição em que o clube não conseguia acertar a algum tempo e tem dado alegria à torcida.

NENÊ

Foto: Mailson Santana/Fluminense

Quando a palavra artilheiro é mencionada, normalmente, pensa-se em um atacante de referência, mas no caso do Fluminense, o homem-gol é um meia. Nenê está com uma ótima relação com as redes nesta temporada: são 15 gols em 23 partidas oficiais pelo Tricolor, sendo o maior artilheiro do clube e do Brasil. O principal fator é a posição dele em campo que interfere no desempenho dele e o da equipe.

No início da temporada, mais precisamente antes da parada por conta da pandemia do novo coronavírus, foram 13 partidas, sendo 9 gols marcados. Nos duelos, Nenê atuou centralizado, flutuando entre as linhas para criar as jogadas. O desempenho surpreendeu e ele assumiu a titularidade do time. A disposição foi mais um ponto importante. 

No entanto, após a paralisação, Odair Hellmann colocou o meia espetado na ponta e o rendimento de Nenê caiu drasticamente. Isto também refletiu o desempenho do time. O Fluminense chegou a ficar sete  partidas sem vencer e a pressão chegou para o comandante. Após empate diante do Palmeiras, a torcida pichou o muro das Laranjeiras e pediu a demissão do treinador. 

Contra o Inter, a história se inverte. Nenê passa a jogar centralizado e o Flu consegue a primeira vitória depois de uma sequência negativa. Além disso, o jogador fez as pazes com a rede ao marcar dois gols. Em seguida, contra o Red Bull Bragantino, Nenê voltou a flutuar pelo meio, fez gol, porém o time perdeu. E diante do Figueirense pela Copa do Brasil, Nenê marcou três gols e se tornou artilheiro do Brasil em 2020, com 39 anos. Uma marca bem interessante. Diante do Vasco, seu ex-time, Nenê terá a oportunidade para ampliar a marca e garantir mais um resultado positivo para o Tricolor.

CANO

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Apesar dos excelentes números pelo Independiente Medellín-COL nas duas últimas temporadas, Cano chegou ao ao Vasco sem muito alarde. Sem contrato, o argentino já tem 32 anos e não tinha uma carreira muito sólida por onde passou. Mas os 35 gols marcados em 39 jogos em 2019 o credenciaram como um dos principais atacante da América do Sul. Por isso, o presidente Alexandre Campello e o diretor executivo de futebol Mario André Mazzuco foram pessoalmente até Buenos Aires acertar a transferência do jogador para o Vasco, no fim de dezembro do último ano.

E não demorou para Cano se adaptar ao Rio de Janeiro e ao futebol brasileiro. Desde o começo do ano, o jogador mostrou faro de gol. Antes da suspensão das competições esportivas, em março, o argentino marcou cinco gols em 11 jogos. Agora, na volta do futebol, os números são ainda melhores: já foram sete tentos em sete jogos, totalizando 12 gols marcados em 18 partidas.

Cano é responsável por nada menos do que 57% dos gols do Vasco na temporada. E em seis das dez vitórias do clube em 2020, o argentino foi o responsável pelos gols do time na partida. Além disso, das nove partidas em que o atacante marcou, em oito ele fez gols “decisivos”, que abriram o placar para o Vasco ou empatando a partida. E ter gol do camisa 14 é um bom sinal para o torcedor: nesses nove jogos em que ele marcou, foram oito vitórias e um empate. Ou seja, se Cano marcar contra o Tricolor, o vascaíno mais supersticioso já pode confiar que a chance de conquistar os três pontos é grande.

Os times vêm de uma classificação na Copa do Brasil e querem manter o ritmo. O Fluminense está na sétima posição, com sete pontos, enquanto o Vasco na segunda posição, com 10 pontos. O triunfo para os clubes dará confiança para a sequência da temporada.

1 Comment

1 Comment

  1. Pingback: Nenê x Cano: clássico entre Fluminense e Vasco marca duelo de artilheiros | DF MANCHETES

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top