Cruzeiro

Ney Franco analisa derrota e revela expectativa por resolução com a FIFA: ‘Qualificaremos o elenco’

Ney Franco vê otimismo em resolução na Fifa para a próxima semana Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

A derrota do Cruzeiro, por 1 a 0, para o Cuiabá, na Arena Pantanal, no Mato Grosso, neste sábado (3), fez com que a Raposa continuasse na zona de rebaixamento, interrompendo a expectativa do time celeste de emplacar uma sequência positiva e consequente arrancada na Série B do Campeonato Brasileiro. A equipe estrelada ocupa a 17ª posição com 11 pontos conquistados.

Ao fim da partida, o técnico Ney Franco analisou o desempenho do elenco cruzeirense em campo. Para ele, o gol sofrido no último minuto de jogo foi uma punição ao time. Isso porque, segundo o treinador, durante os 90 minutos, a Raposa esteve bem postada.

– Pagamos caro no último lance do jogo, jogamos o tempo todo com a equipe bem organizada dentro de campo, com um sistema defensivo sólido, indo para o ataque e deixando a nossa equipe muito bem protegida. E no fim do jogo, faltando um minuto, nos lançamos para o ataque e ficamos mal posicionado dentro de campo e eles foram felizes no contra-ataque. Então, pagamos caro por um detalhe do jogo.

Ney Franco destacou, também, a falta de criação apresentada pela equipe celeste na partida deste sábado. Em comparação ao último duelo da Raposa, contra a Ponte Preta, no qual o time mineiro saiu vencedor, com três gols marcados, o treinador alertou para a necessidade de que o Cruzeiro encontra solidez ofensiva, sem “viver” apenas de lampejos.

– Precisamos ter consistência e regularidade. Tínhamos a expectativa de desenvolver um jogo no mesmo nível do que foi contra a Ponte Preta. Acho que tivemos alguns lampejos nesse jogo, mas a gente precisa, no Cruzeiro, mais do que lampejos, tem que definir uma solidez, independente do adversário ou se for dentro ou fora de casa –, avaliou o técnico estrelado.

RESULTADO LAMENTADO

Ney Franco lamentou a derrota diante do Cuiabá, principalmente no que diz respeito ao contexto da partida, já que o gol que selou o resultado aconteceu no apagar das luzes.

– Lamentamos a perda dos três pontos e, pela circunstância, a gente poderia ter somado um ponto, em caso de empate. Geralmente, quando trabalhamos em uma equipe grande, como o Cruzeiro, não podemos dar ao luxo de colocar uma equipe em campo para procurar o empate. Nós temos urgência em somar os três pontos, mas também, poderíamos ter terminado com um ponto e fazer o segundo jogo pontuando.

NO AGUARDO DA RESOLUÇÃO NA FIFA…

A fim de contar com mais atletas a sua disposição para o ataque cruzeirense, Ney Franco afirma que há certa expectativa em torno da punição aplicada pela Fifa, na qual o Cruzeiro não pode registrar novos jogadores. Para ele, com um acordo na próxima semana, a Raposa poderia contar com alguns reforços no banco de reservas.

– Existe a expectativa de que, nesta semana, resolveremos as pendências na Fifa, para que a gente possa ter a disposição o Giovanni, o Matheus Indio e o Angulo. Assim, passaremos a ter mais opções para qualificar o nosso elenco.

Para saber tudo sobre o Cruzeiro, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top