São Paulo

Nikão é o terceiro reforço apresentado com a 10 no São Paulo desde 2012

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc

O São Paulo apresentou Nikão na última quinta-feira, 20, em coletiva virtual realizada a partir do CT da Barra Funda. O jogador, que teve muito sucesso no Athletico, recebeu do presidente Júlio Casares a camisa de número 10, juntando-se a Daniel Alves e Jadson na lista de atletas apresentados com a 10 nos últimos dez anos.

O presidente foi justamente quem anunciou a numeração do novo reforço, dizendo que a importância do jogador foi determinante para que ele recebesse uma camisa que já foi de tantos craques que passaram pelo tricolor:

O Nikão pra nós tem uma representatividade tão grande, que ele vai vestir a camisa de número 10, a 10 de tantos ídolos.

O meia-atacante confessou que é um privilégio receber essa numeração, inclusive citando grandes nomes que também tiveram a mesma honra no passado

Eu fico muito feliz (de vestir a 10). É uma camisa onde grandes craques tiveram a honra de poder vestir e eu sou um cara privilegiado de poder vestir também essa camisa. Camisa 10 como Raí, Zizinho, Pita, Pedro Rocha, mais recente o Hernanes. Então é uma camisa que tem uma história muito grande dentro desse clube e sei que é uma grande responsabilidade.

Nikão se junta a Dani Alves e Jadson, nos últimos dez anos, como um jogador a ser apresentado como o camisa 10 do clube. Inclusive, Jadson também foi apresentado no dia 20 janeiro, mas de 2012. Anteriormente, outros atletas também foram apresentados com a 10, como Rivaldo, em 2011 e Adriano, em 2008, porém, na maioria dos casos, o número acabou sendo herdado por alguém que já estava no elenco, após a saída de outro atleta.

Para saber tudo sobre o São Paulo, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram

Antes de Daniel Alves, Nenê, que vestia a 7, recebeu a 10 após Cueva deixar o time. O peruano, por sua vez, tinha o número 13, mas ficou com a camisa após a saída de Paulo Henrique Ganso. O próprio Ganso vestia a camisa número 8, até Jadson ser envolvido na troca com o Corinthians por Alexandre Pato e deixar a 10 vaga.

A camisa 10 tem uma simbologia importante no futebol mundial, mas não necessariamente tem deixado saudade no torcedor são-paulino. O último, Daniel Alves, não saiu do clube em harmonia com o torcedor, apesar da conquista do Campeonato Paulista, o que tornou ele o único camisa 10 campeão pelo São Paulo desde Jadson, na Sul-Americana de 2012.

Cueva e Nenê tiveram seus bons momentos, mas também deixaram o clube em baixa, assim como Jadson. Ganso, por outro lado, viveu uma grande temporada em 2016 e deixou o São Paulo para defender o Sevilla, sem repetir o sucesso que teve no Morumbi, apesar de não ter conquistado um título pelo tricolor.

Apesar de não terem deixado tanta saudade, o torcedor são-paulino espera que Nikão siga em parte as escritas dos outros dois a receberem a camisa 10 na apresentação e assim como Jadson e Dani Alves, conquiste uma taça pelo São Paulo.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top