São Paulo

No Dia do Amigo, relembre duplas históricas do São Paulo

dupla-Careca-Muller
Foto: Reprodução/Instagram

POR GABRIELLA BRIZOTTI E GIULIANO FORMOSO

Futebol e amizade são tão inseparáveis que, enquanto ontem (19), foi o Dia do Futebol, nessa segunda-feira (20), é comemorado o Dia do Amigo. Quando uma parceria – seja de zagueiros, volantes ou atacantes – mostra entrosamento dentro de campo, os torcedores costumam imortalizá-la na memória com carinho. Dessa forma, O Esporte News Mundo relembra duplas que marcaram história no São Paulo.

Mineiro e Josué

Não poderíamos iniciar uma lista de duplas sem começar com essa. Os volantes eram tão unidos que perderam até um pouco de suas individualidades. Assim, um completava o outro perfeitamente, sendo impossível citar Mineiro e não falar em Josué logo em seguida. Campeões da Libertadores e do Mundial com o São Paulo em 2005, a dupla é até hoje lembrada como uma das maiores parcerias do Tricolor Paulista.

Careca e Muller

Para muitos, a maior dupla de ataque da história do São Paulo. Juntos, Careca e Muller foram campeões do Brasileirão de 1986, onde Careca marcou 25 gols e foi artilheiro do torneio. Na ocasião, Muller anotou 11 gols e também se destacou nas assistências. A parceria também levantou os troféus dos títulos paulistas de 1985 e 1987. Além disso, os dois formaram a dupla de ataque titular da Seleção Brasileira em duas Copas do Mundo (1986 e 1990).

Oscar e Darío Pereyra

Foto: Divulgação/São Paulo

É considerada a maior dupla de zaga da história do Tricolor. Uma fantástica parceria entre Brasil e Uruguai que durou de 1980 a 1987, abrangendo duas gerações históricas: a Máquina Tricolor do bicampeonato paulista de 1980/1981 e os Menudos do Morumbi, que dominaram o futebol nacional entre 1985 e 1987. Em sete anos de São Paulo, Oscar conquistou quatro campeonatos paulistas (1980, 1981, 1985 e 1987) e um brasileirão (1986). Já seu companheiro de defesa, permaneceu por onze anos na equipe e conquistou quatro títulos paulistas (1980, 1981, 1985 e 1987) e dois Campeonatos Brasileiros (1977 e 1986).

Dagoberto e Borges

Foto: Divulgação/São Paulo

Uma dupla de sucesso e que também marcou uma geração mais recente e vitoriosa do São Paulo. A parceria formou o ataque do São Paulo entre 2007 e 2009. Campeões brasileiros nos anos de 2007 e 2008, os atacantes davam trabalho para a defesa adversária, especialmente a dos rivais paulistas. Em três anos, a dupla marcou 76 gols, sendo 52 de Borges e 24 de Dagoberto.

Leia mais:
+ Muricy: ‘São Paulo é favorito no Paulistão’
+ Campeão da Libertadores pelo São Paulo afirma: “Passamos o caminhão em cima deles”, sobre final com o Athletico
+ Especial Libertadores 2005: ‘Não ganharíamos o título com Leão’, diz Alex Bruno

Para saber tudo sobre o São Paulo, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram Facebook!

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top