Internacional

Números de Daniel no Brasileirão ajudam a explicar sequência invicta do Internacional

Ricardo Duarte/Internacional

Na manhã do último domingo (19), o Internacional bateu o Sport, no Beira-Rio, pelo Campeonato Brasileiro. A vitória, por 1 a 0, além de colocar o Colorado no G-6 da competição, ainda garantiu mais um jogo de invencibilidade, chegando há sete no total. Diante deste fato, um jogador precisa ser lembrado pela grande fase que vive, o goleiro Daniel.

Para saber tudo sobre o Internacional, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

A vitória sobre o Sport passou diretamente pelo goleiro do Internacional. Durante os 90 minutos, foram ao menos três defesas de alto grau de dificuldade. Além disso, em um lance de frente com dois rivais, foi inteligente ao fechar o ângulo de Lucas Lima e atrasar a finalização, o que deu tempo para Saravia aparecer em velocidade e bloquear o chute.

O destaque de Daniel no Campeonato Brasileiro, todavia, não é somente em relação ao Internacional. O goleiro é, segundo dados do “Footstats” o arqueiro com mais defesas difíceis na competição, 22. Além disso, em intervenções gerais, o atleta já apareceu 64 vezes em apenas 18 partidas. Nestas, levou gols em apenas oito, tendo uma média de, aproximadamente, 44% de duelos sem ver as próprias redes balançarem. Ao todo, o arqueiro de 27 anos levou 15 gols.

Oriundo das categorias de base do Internacional, Daniel começou a receber sequência somente nesta temporada. Tratado como promessa há anos, em 2021 assumiu de vez a titularidade de Marcelo Lomba e Danilo Fernandes. Os números mostram, inclusive, que essa foi uma decisão acertada do técnico Miguel Ángel Ramírez e que foi, posteriormente, mantida por Diego Aguirre.

A expectativa do Internacional, agora, é que Daniel mantenha os bons rendimentos para garantir uma vaga na próxima Libertadores. O triunfo sobre o Sport colocou o colorado no G-6, mas o objetivo maior ainda é terminar entre os quatro, e ir direto para a fase de grupos da competição continental.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top