Corinthians

Corinthians vence o Derby e abre vantagem para a final do Brasileirão Feminino

Final Brasileirão Feminino
Agência/Corinthians

Ontem (domingo, 12) no Allianz Parque, o Corinthians venceu o Palmeiras por 1×0 pela primeira partida da final do Brasileirão Feminino, com gol por cobertura de Gabi Portilho depois da cobrança de falta precisa de Vic Albuquerque.

Sem dúvida os dois melhores times do campeonato fizeram um jogo digno de final. Uma partida pegada do início ao fim, com dois elencos dispostos a jogar para vencer e convencer, porém, dessa vez quem saiu com a vitória e pelo placar mínimo foi o Timão.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

No detalhe, na jogada ensaiada, no pensamento rápido e na precisão do passe de Vic Albuquerque e na frieza de Gabi Portilho na cara da goleira. Um gol que deixa o Corinthians em vantagem para decidir na Neo Química Arena, apesar de não ter o critério de gol fora, o Corinthians joga por um empate contra o Palmeiras dentro de casa.

Mas o jogo não foi só feito de detalhes para as jogadoras e a comissão técnica, mas também para a arbitragem. Após entrada dura da atacante Jheniffer em Augustina, o árbitro de vídeo chamou o de campo para revisão e a possível aplicação de cartão vermelho. Depois da longa e tensa análise do VAR, que deixou o jogo parado por volta de três minutos, Jheniffer recebeu apenas o cartão amarelo. Seria um desfalque importante para a decisão, já que a atacante é uma das artilheiras do Corinthians na competição com oito gols.

A meia de 23 anos Vic Albuquerque chega com moral para a decisão, já que agora são 16 participações diretas em gols em 18 jogos, sendo elas nove gols e sete assistências no campeonato.

O jogo decisivo da Final do Brasileirão Feminino acontece na Neo Química Arena daqui a duas semanas, dia 26 de setembro às 20h no horário de Brasília.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top