Coritiba

Opinião: Coritiba 2020 x Coritiba 2021 – Quem é melhor?

Coxa Bandeira

Neste Sábado (03), o Coritiba entra em campo pela quarta vez na temporada 2021 e ainda não perdeu. São três vitórias seguidas e a melhor sequência desde Julho de 2020, quando bateu o Cianorte nas semifinais do Paranaense. A equipe de Gustavo Morínigo entrega, jogo após jogo, atuações mais consistentes e mais seguras, e mostra que ainda tem muito a melhorar, mas que está no caminho certo para progredir. A torcida alviverde tem gostado do que vê em campo, e já reacendeu a chama da esperança, crentes de que o Campeonato Paranaense pode dar fim ao jejum de quatro anos sem troféus.

Mas, afinal, o plantel montado por Renato Follador é superior ao elenco de Samir Namur para o Brasileirão de 2020?

O Coxa de Samir

O Coritiba de 2020 apostou em uma folha de pagamento altíssima por jogadores que já viveram o auge de suas carreiras: Giovanni Augusto, Neílton, Sassá, Rhodolfo, Ricardo Oliveira, Gabriel e Matheus Galdezani. Desses, só Giovanni foi um acerto, e Neílton conseguiu contribuir, mas não o suficiente para fazer jus a seu valor e à camisa 10. De resto, todos decepcionaram e entregaram atuações inconstantes e insuficientes para um time de Série A.

A equipe passou a maior parte das 38 rodadas em busca de um “gol achado”, com um meio-campo pouquíssimo inventivo e um ataque “pé torto”. Quando balançava as redes antes do time adversário, o Coritiba tentava fechar a casinha e segurar o resultado. Para os torcedores, o sufoco era constante e a decepção também: foram pouquíssimas as vezes em que a estratégia retranqueira funcionou, e o time paranaense terminou os dois turnos sem vencer nenhum jogo de virada.

O Coxa de Follador

Claro, não dá pra ter parâmetro e comparar as três partidas do elenco de 2021, contra União Rondonópolis, Maringá e Cascavel CR com as partidas de 2020 contra Flamengo, Internacional e Atlético-MG. Mas é inegável que o elenco passou por uma completa reformulação e entra em campo com uma nova mentalidade. A começar pelo passaralho dos jogadores acima do teto salarial: Galdezani e Neílton foram emprestados, Robson e Jonathan foram liberados. Peças da base, como Robinho e Léo Campanha, não tiveram contrato renovado, e outros nomes, como Nathan Fogaça e Kazu, foram emprestados ao futebol estadunidense.

Para a partida contra o Operário, na terça-feira (06), só três jogadores do atual time titular estavam no elenco em 2021: Wilson, Rafinha e Natanael, sendo que o lateral ainda pode ir para o banco nas rodadas sequentes. Só Wilson é garantia entre os onze principais, e Rafinha deve alternar a titularidade com outras peças para se poupar fisicamente. O restante do plantel é marcado por reforços anunciados para a temporada e um jogador que voltou de empréstimo: Wellington Carvalho, Luciano Castán, Romário, Val, Willian Farias, Robinho, Waguininho, Léo Gamalho e Igor Paixão ainda são novidade no Couto Pereira. E não só: Taílson, Jhony Douglas e Valdeci Moreira são outros reforços e reservas que são as principais opções de Morínigo no banco.

Para a partida contra o Operário de Sábado (03), Morínigo deve poupar os principais, e os onze do coxa devem ser: Arthur, Igor, Wellington Carvalho, Luciano Castán, Romário; Matheus Sales, Matheus Bueno, Luiz Henrique; Valdeci Moreira; Pablo Thomaz e Taílson. Até mesmo no time reserva, seis jogadores não eram parte do time na temporada passada.

O atual elenco, formado por jogadores de segunda divisão e pratas da casa que voltaram ao Coxa, tem uma folha de pagamento muito menor que a do plantel de 2020. Talvez não seja expressivamente melhor que o Coritiba de 2020, mas com certeza não é pior. Uma equipe mais barata com potencial para render mais, e com um trunfo que não contou na temporada passada: um bom treinador com tempo para dar continuidade e empregar sua filosofia de jogo.

Em uma partida fictícia entre os dois Coritibas, o de 2021 ganharia pela organização, entrosamento e consistência. É um time mais inventivo, mesmo que ainda sofra do mesmo problema do “pé torto”. É um defeito que tende a ser corrigido nas rodadas seguintes, e que já deve pesar menos com Léo Gamalho em campo.

Para ficar ligado em tudo o que acontece com o Verdão do Paraná, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top