Campeonato Brasileiro

Opinião: Felipe Alves é a principal razão do Fortaleza ainda poder sonhar com a permanência na Série A do Brasileiro

Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC

Na noite desse último sábado (20), o Fortaleza sofreu uma das derrotas mais vergonhosas de todos os seus 102 anos de história. Na Arena Castelão, contra o Bahia, adversário direto na fuga contra o rebaixamento à segunda divisão e na briga por uma possível vaga na Copa Sul-Americana 2021, o Leão sofreu uma incrível goleada por 0x4, praticamente dando adeus às chances de conquistar uma vaga na competição internacional e dependendo do tropeço de seus concorrentes para firmar-se na elite do futebol nacional ainda nesta rodada. Com uma atuação apática da equipe, é necessário que se ressalte, apesar de quatro gols sofridos, o melhor em campo pelo Tricolor do Pici, não só no jogo de ontem, mas em toda a temporada: o goleiro Felipe Alves.

Felipe Alves Raymundo, o chamado “Homem de Gelo” pela torcida do Leão, vem se destacando desde a sua chegada ao clube em 2019, a pedido do ex-técnico Rogério Ceni. O jogador viveu momentos marcantes em sua primeira temporada; era acompanhado, porém, por um time mais bem treinado e, aparentemente, mais esforçado. Em 2020, a responsabilidade do arqueiro triplicou de tamanho, principalmente após a saída de Ceni. Sem o seu histórico treinador, o Fortaleza não conseguiu voltar a ser o que foi desde a Série B de 2018 e, dessa forma, foi colecionando maus resultados dentro de campo. Se não fosse Felipe Alves no gol, por outro lado, a situação poderia ser ainda pior.

Felipe Alves destaca-se por vários aspectos e, nesta matéria, serão ressaltados três. Primeiramente, sua grande capacidade de defender pênaltis. No Brasileirão, nove cobranças foram batidas contra o arqueiro, que defendeu incríveis cinco penalidades (mais da metade). Na Copa do Nordeste, por exemplo, salvou o Fortaleza em duas oportunidades: após defender pênalti de Vina, evitou a derrota do Leão no Clássico-Rei da fase de grupos e, nas quartas de final, foi decisivo nas penalidades máximas contra o Sport. É um dos grandes motivos pelos quais é chamado de “Homem de Gelo”.

Além disso, destaca-se sua grande qualidade com os pés. O jogador é, por exemplo, o quinto goleiro com melhor aproveitamento em passes, com 73%. Isto porque o estilo de jogo do Fortaleza passa muito pelos seus lançamentos e passes, gerando um maior índice de erros. Caso contrário, o aproveitamento do arqueiro poderia ser ainda maior. Consegue, também, desafogar o Tricolor do Pici na defesa e não se intimida perante seus adversários.

Por fim, é necessário falar sobre a segurança que o jogador passa debaixo das traves. Felipe não limita-se a um bom passador ou a um grande pegador de pênaltis. O goleiro faz, rodada atrás de rodada, defesas impressionantes que, muitas vezes, evitam uma derrota ou garantem uma vitória. Na Série A, Felipe Alves possui doze jogos sem sofrer gols, sendo o segundo melhor no quesito, atrás de Marcelo Lomba, do Internacional, com treze. Percebe-se, então, que muitos pontos conquistados pelo Fortaleza neste campeonato têm colaboração de Felipe.

Dessa forma, após um trágico final de temporada em 2020, deve-se falar da importância do goleiro para o Fortaleza. O arqueiro é, muitas vezes, encarado pela torcida do Leão como o único jogador de qualidade do elenco. Não é bem por aí. Mas a verdade é que, se não fosse por Felipe Alves, melhor jogador da equipe há tempos, o Tricolor do Pici não estaria vivo nesta luta pela permanência na Série A: o clube já teria sido “derrotado” há bastante tempo.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top