Fluminense

Opinião: Melhor contratação do Fluminense para a temporada foi a versatilidade

fluminense versatilidade
FOTO DE MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

Dezembro de 2021 e janeiro de 2022 foram meses agitados para a diretoria do Fluminense. Entre temporadas, o departamento de futebol do clube foi ao mercado a fim de garantir reforços cruciais dentro e fora de campo: até o momento, foram oito contratações incluindo o treinador.

Ainda no final de 2021, logo após o final do Campeonato Brasileiro, o clube das Laranjeiras não perdeu tempo e anunciou dois nomes importantes para 2022: Felipe Melo, volante, e Abel Braga, o “novo velho” treinador para a próxima temporada. E, para encerrar o ano, apresentou no final do mês o atacante Willian Bigode e o lateral Mario Pineida. Já em janeiro, o Flu trouxe mais quatro jogadores: o zagueiro David Duarte, o meia Nathan, o atacante Germán Cano e, por último, o lateral Cristiano.

No geral, os reforços agradaram a torcida Tricolor. Jogadores renomados – como Felipe Melo, bicampeão da Libertadores, Brasileirão e Copa do Brasil, e o lateral Cristiano, que disputou a Liga dos Campeões na última temporada e pode ocupar uma posição carente no time, a lateral-esquerda – animam os torcedores e aumentam a expectativa do time para as competições.

Entretanto, apesar de cada jogador possuir, obviamente, seu mérito individual e suas qualidades técnicas, o Fluminense acertou em cheio foi no conjunto das contratações. E tudo pode ser resumido em uma palavra: versatilidade.

+ Willian exalta Fred e admite para Abel Braga preferência por posição no Fluminense

Abel Braga terá um elenco bem mais diversificado em quantidade, qualidade e funcionalidade do que o da temporada anterior, comandado por Roger Machado e Marcão. Isso não significa que a missão será mais fácil, mas certamente ajuda a ter ambições e conquistas maiores.

Os nomes de Felipe Melo, Willian Bigode e Germán Cano, apesar das idades avançadas – motivo de questionamento de alguns torcedores -, podem compensar na experiência e liderança do grupo ao juntarem-se a figuras já estabelecidas do elenco, como as de Fred e Ganso. Além disso, vê-se com bons olhos a possibilidade de mentorearem jovens promessas das mesmas posições, como André (volante), John Kennedy e Luiz Henrique (avançados).

Mario Pineida e Cristiano chegam, por sua vez, com a tarefa de suprir a carência nas laterais, tanto direita quanto esquerda, e podem ser peças-chave para essa necessidade. Além da alternância de funções (mais defensivas ou ofensivas, imaginando um possível cenário de laterais avançados para o meio), podem inclusive alternar os lados, visto que o colombiano Pineida atua nas duas partes do campo.

Nathan possivelmente estará no onze principal de Abel Braga com uma boa frequência e traz uma expectativa de formação de jogadas no setor meio-ofensivo do Fluminense em que não há tantos “concorrentes”. Yago Felipe, já presente no elenco, pode ser um jogador para completar o motor de criação tática do time e ótima opção de revezamento em um calendário tão compacto como o do futebol brasileiro. Para finalizar, David Duarte é mais uma possibilidade para a zaga e pode ser, também, uma boa peça para um rodízio, caso Abel opte por um esquema com três zagueiros, com Nino, Luccas Claro e David Braz mais presentes nas escalações.

Independentemente da formação utilizada, seja ela 4-4-2, 4-3-3, 4-2-3-1, 3-4-3, 3-5-2, o Flu terá um trunfo importantíssimo para 2022: opções. Sejam elas de jogadores, de formações táticas ou de estilo de jogo, todas terão seu devido lugar assegurado para uma temporada vitoriosa.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook para acompanhar todas as informações do Fluminense.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top