Guarani

Pablo rebate críticas sofridas no Guarani: ‘Inconstância é normal’

Pablo rebate críticas sofridas no Guarani: 'Inconstância é normal'
Crédito: Thomaz Marostegan / Guarani FC

Pablo foi um dos principais jogadores criticados no lado do Guarani na derrota diante da Ponte Preta, no Dérbi 199, na última quarta-feira.

Lateral-direito, bancado como titular por Allan Aal pelo terceiro jogo consecutivo, rebateu as contestações da torcida após não conter Moisés, autor do terceiro gol no clássico.

+ Pablo defende trabalho de Allan Aal no Guarani: ‘Exerce da melhor forma’

“Para um jogador de alto nível, a inconstância é normal. É claro que, vestindo a camisa do Guarani, isso não é normal, mas eu sou um cara bem tranquilo. Já passei momentos bons aqui e já passei momentos ruins aqui. Vocês mesmo já viram que eu pude dar a volta por cima. É claro que essa é uma opinião sua de não estar vivendo um bom momento e de não estar fazendo realmente o que eu vinha fazendo no Brasileiro. Isso daí eu também tenho a minha autocrítica. É claro que tenho muito, muito a evoluir, mas também em alguns pontos eu discordo”, afirmou, em coletiva de imprensa.

“Se você pegar numericamente ou se você pegar alguns números que vocês não têm acesso, são coisas que a minha evolução vem sendo gradativamente bem, mas isso não justifica. É claro que eu não sou um cara que vou me ausentar de não ter jogado bem o clássico, onde é um campeonato à parte. Eu sou, pô, um cara bem maduro e sou um homem. Eu não fujo das minhas responsabilidades jamais. Eu tenho certeza de que eu vou evoluir muito, mas em alguns pontos eu discordo da sua pergunta”, acrescentou.

TANTO FAZ

Questionado sobre posição favorita no esquema tático do Guarani, Pablo garantiu não ter preferência por posição com Aal, embora tenha rendido bem como atacante sob gestão de Felipe Conceição na Série B do Campeonato Brasileiro.

“Eu me sinto à vontade jogando. Eu me sinto à vontade estando dentro da equipe. Eu me sinto à vontade fazendo as minhas melhores jogadas e podendo ajudar a equipe do Guarani. Não cabe a mim, claro, falar que eu vou jogar na frente e que eu vou jogar na lateral. Um jogador quer estar jogando. Um jogador quer estar exercendo sua profissão. Imagine você. Você não quer estar trabalhando?”, rebateu.

“Imagina se você tivesse que ficar em casa e se tivesse a opção ou você uma coisa ou você faz outra. Você quer está fazendo a sua função e quer estar trabalhando. Eu não sou diferente. É claro que tenho as escolhas e é claro que tem as prioridades do professor, mas eu sou um cara que quero estar jogando. Eu quero estar podendo ajudar e quero estar podendo exercer a minha melhor função dentro do clube para poder trazer os resultados positivos para o Guarani”, finalizou.

TABELA

Vice-líder do Grupo D com 14 pontos e com classificação garantida às quartas de final, Guarani encerra participação na primeira etapa do Campeonato neste domingo, diante da Internacional de Limeira, no Estádio Major Levy Sobrinho.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top