Conmebol Libertadores

Palmeiras decide tomar a primeira dose da vacina de COVID-19 no Paraguai: “Situação excepcional”

FOTO: DIVULGAÇÃO/PALMEIRAS/CESAR GRECO

O Palmeiras decidiu ir ao Paraguai para vacinar a delegação com a primeira dose da vacina de COVID-19. O clube optou por aceitar o convite feito pela CONMEBOL e embarcará para o país onde fica a sede da confederação sul-americana na próxima segunda-feira (14) para realizar as primeiras vacinações.

A CONMEBOL recebeu 50 mil doses da vacina como doação do laboratório chinês Sinovac em abril e as ofereceu para os clubes que disputam a Libertadores e a Copa Sul-Americana. Por ser no Paraguai, a vacinação do Palmeiras não atrapalhará o Plano Nacional de Imunização do Brasil, programa gerenciado pelo Ministério da Saúde.

Para saber tudo sobre o Palmeiras, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Além do Verdão, o Atlético Goianiense e o Atlético Mineiro já tomaram as primeiras doses pelo mesmo benefício da confederação sul-americana de futebol.

Em nota ao ge.globo, o Palmeiras justificou a decisão:

– Desde o início da pandemia o Palmeiras se colocou na condição de seguidor das orientações das autoridades da saúde. Acreditamos que para se combater uma pandemia, ciência, disciplina e coordenação são fundamentais.

Agora estamos diante de uma situação excepcional, que extrapola fronteiras e não se enquadra no contexto nacional. Entendemos que nessas circunstâncias, a decisão sobre como proceder cabe ao cidadão. A instituição está viabilizando que seu colaborador tenha todas as condições de tomar sua decisão.

Ademais, avaliamos tal atitude como positiva para o combate à pandemia, ao mesmo tempo que não fere os princípios e normas do Plano Nacional de Imunização – afirmou o clube.

+ Chelsea teria interesse em Gustavo Gómez, diz site

+ Palmeiras reencontra o fantasma da disputa por pênaltis

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top