Palmeiras

Palmeiras é acionado na FIFA por causa de Viña

Lateral-esquerdo Matías Viña no treino do Palmeiras

O Nacional, do Uruguai, ex-clube de Matías Viña, lateral-esquerdo de 23 anos do Palmeiras, acionou o clube paulista na FIFA reclamando o pagamento de mais 7,5% dos direitos econômicos do atleta.

Quando Viña foi contratado pelo Palmeiras, no começo da temporada passada, estava previsto no contrato firmado entre as partes que o verdão seria obrigado a comprar mais 7,5% dos direitos econômicos de Viña caso ele completasse 33 partidas pelo Palmeiras, marca que foi superada com tranquilidade, já que ele fez 50 jogos na temporada passada.

O alviverde já havia informado aos uruguaios que iria comprar mais 7,5% do lateral-esquerdo, mas pediu que o pagamento ocorresse apenas no mês de julho, para não atrapalhar o fluxo de caixa do clube, diante disso, o Nacional procurou a FIFA antes e depois ofereceu o opção do parcelamento ao Palmeiras.

O verdão não corre risco de ser impedido de contratar ou registrar atletas, considera a situação como “desespero” dos uruguaios e não via necessidade de envolver a FIFA no assunto. Agora, a postura do Palmeiras é esperar e acompanhar o trâmite do processo na parte jurídica.

Viña foi contratado junto ao Nacional por 16,5 milhões de reais parcelados em três vezes e chegou ao Palmeiras com contrato até 2024, mas, já no ano passado, o Nacional reclamou do não recebimento de uma das parcelas, fato que já foi resolvido entre os clubes.

Para saber tudo sobre o Palmeiras, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top