São Paulo

“Parabéns, Luciano!”; veja os números do atacante com a camisa do São Paulo

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net
— Continua depois da publicidade —

Duas coisas chamaram a atenção no último jogo do São Paulo contra o RB Bragantino. Primeiro, a bronca de Fernando Diniz dada ao atacante Luciano. Segundo, com mais um gol, o camisa 11 consolida o ótimo início de sua trajetória no Tricolor Paulista; veja os números do principal jogador do São Paulo no BR-20.

No empate do São Paulo diante do RB Bragantino por 1 a 1, o personagem da partida foi Luciano. Isso porque, o atacante cometeu pênalti ao colocar o braço na bola, em cobrança de falta do time de Bragança. Com o erro ‘infantil’, o técnico Fernando Diniz ficou enfurecido e esbravejou com o camisa 11: “Parabéns, Luciano! (palavrão) … É! Tá olhando o quê?”.

O atacante, por sua vez, aceitou cabisbaixo a cobrança feita pelo treinador, afinal, a equipe já perdia por 1 a 0 e seria a chance do Bragantino ampliar. Porém, o time de Bragança desperdiçou a penalidade e, logo na sequência, ele mesmo, Luciano, fez o gol de empate do Tricolor. Com o tento, Luciano atingiu a marca de 4 gols em apenas um mês vestindo a camisa do São Paulo. Vale lembrar que o jogador foi a única contratação do Tricolor no ano de 2020 e chegou do Grêmio em agosto, na troca envolvendo Everton.

NÚMEROS

Luciano comemorando gol com Diniz. Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Luciano atingiu a marca de 4 gols em 7 jogos pelo São Paulo, além de 1 assistência. Fora isso, foi titular em 6 das 7 partidas que disputou, participando de 4 vitórias, 2 empates e 1 derrota. Seja no ataque ou na defesa, o jogador demonstra entrega e participação em todas as fases da partida. Para exemplificar, a reportagem do Esporte News Mundo buscou estatísticas mais profundas, obtidas através do SofaScore, dos números de Luciano neste BR-20:

Lembrando que Luciano fez uma partida pelo Grêmio no BR-20, mas atuou apenas por 13 minutos*

ATACANDO

  • 1 gol produzido a cada 141 minutos (média de 0,5 gols/partida);
  • 1,4 finalização por jogo;
  • 21 passes certos por jogo (81% de aproveitamento);
  • e 0,5 dribles bem sucedidos (57% de conversão dos dribles que tentou).

DEFENDENDO

Ainda que não seja a sua virtude principal, Luciano colabora na marcação da equipe, principalmente quando atua pelos lados do campo. O camisa 11 é quem dá os combates na primeira linha de marcação do Tricolor, para tentar dificultar a saída adversária.

  • 0,6 interceptações por jogo;
  • 1,8 desarme por jogo;
  • e 4 duelos no chão vencidos (ganhou 55% das bolas que disputou no chão)

MOSTRANDO SEU VALOR

Luciano comemorando seu gol diante do Flu. Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Com os 4 gols, além de muita entrega dentro de campo, Luciano é o artilheiro isolado do São Paulo no Campeonato Brasileiro. Também é o líder de gols produzidos, com 5, e o terceiro da equipe em desarmes (1,8).

Em comparativo, Luciano igualou os números de Alexandre Pato em 2020. Vale lembrar que Pato jogou de janeiro até junho deste ano e marcou 4 gols em 13 partidas pelo Tricolor. O ex-camisa 7 tinha um primeiro semestre bom, entretanto, depois da parada, caiu de produção e foi um dos principais alvos de críticas após a eliminação para o Mirassol, no Paulistão. Sem ambiente, o atacante rescindiu com o clube e foi então que Luciano desembarcou no Morumbi.

Rodeado de críticas em sua contratação, o atacante vai provando seu valor para a torcida do Tricolor Paulista, mostrando que chegou para ficar e para ajudar a equipe, em um dos momentos mais complicados de sua história.

O São Paulo, porém, não poderá contar com o atacante na Libertadores, já que ele estava envolvido na confusão do Grenal na Liberta, por isso, foi expulso e tomou 3 jogos de suspensão na competição continental. Desfalque e tanto para o Tricolor, principalmente um jogador tão importante para o clube nessa volta do futebol.

Para saber tudo sobre o São Paulo, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram Facebook!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo