Basquete

Passeio de Dallas na Califórnia, calouro de Portland brilhando e Antetokounmpo ‘on fire’; a rodada da NBA

NBA
Foto: Divulgação/NBA

Uma rodada curta, mas com muitas emoções na NBA. Foram apenas seis jogos na noite de terça-feira, mas o fato é algumas partidas tiveram destaques que devem deixar ainda mais claro como será o fim da temporada regular. Entre os principais confrontos, o Dallas Mavericks amassou o Golden State Warriors, o Portland Trail Blazers teve a força jovem para ganhar do Indiana Pacers e Giannis Antetokounmpo esteve em mais uma atuação de gala pelo Milwaukee Bucks.

+Didi Louzada assina com New Orleans Pelicans até o fim da temporada 2021/22

Portland Trail Blazers 133×112 Indiana Pacers

O primeiro quarto de Blazers e Pacers não refletiu absolutamente nada do que foi o jogo. No início da partida, as duas equipes fizeram um jogo equilibrado, mas com os arremessos de Indiana encaixando e o time liderando o placar mesmo que com uma vantagem curta no placar. No entanto, o duelo virou um verdadeiro passeio de Portland com um destaque ímpar para o calouro Anfernee Simons, que anotou nove dos nove primeiros arremessos de três ponto, a segunda melhor marca da história da NBA.

A virada no jogo passou muito pelo calouro sensação e também pelos veteranos McCollum e Lillard. Ambos os jogadores combinaram para 28 pontos em dois períodos além de toda parte defensiva que é importante para a equipe. Outro fator que ajudou Portland foi o banco de reservas. Liderados por Simons, o setor ainda teve Carmelo Anthony e Enes Kanter brilhando para ser peça fundamental para descanso dos titulares. Mesmo com a grande vantagem conquistada até a metade do último quarto, os Blazers viram Indiana descontar cerca de 10 pontos nos instantes finais com o confronto decidido.

Portland Trail Blazers: Anfernee Simons (27 pontos, 4 rebotes e 4 assistências) e Damian Lillard (23 pontos, 4 rebotes e 6 assistências);

Indiana Pacers: Oshae Brissett (18 pontos e 10 rebotes) e Malcolm Brogdon (18 pontos, 4 rebotes e 4 assistências);

Milwaukee Bucks 114×104 Charlotte Hornets

Outro visitante que se deu bem na rodada foi os Bucks, que até começaram o jogo atrás do placar, mas rapidamente viraram e lideraram o jogo do segundo quarto em diante. Um dos grandes problemas para Charlotte é que o time, que não contava com Gordon Hayward e LaMelo Ball, não teve o banco de reservas eficiente e ainda forçou a maioria das jogadas em Devonte’ Graham. Com isso, a marcação de Milwaukee ficou bem mais fácil para garantir mais um triunfo na temporada.

Se foi capaz de virar o jogo, a atuação coletiva dos Bucks foi um grande fator para isso. Mesmo com Antetokounmpo sendo a maior estrela do time, os coadjuvantes não decepcionaram e foram peça fundamental para a vitória. Além do grego, outros quatro jogadores atingiram a marca do dígito duplo na pontuação e aqueles que não alcançaram tal destaque ainda contribuíram com o número de rebotes (48 a 38) e as roubadas de bola (13 a 6).

Milwaukee Bucks: Giannis Antetokounmpo (29 pontos, 12 rebotes e 8 assistências) e Brook Lopez (22 pontos e 4 rebotes);

Charlotte Hornets: Devonte’ Graham (25 pontos e 6 assistências) e Miles Bridges (21 pontos, 10 rebotes e 6 assistências);

Dallas Mavericks 133×103 Golden State Warriors

Talvez nem o maior fã dos Mavericks imaginava uma vitória absoluta da franquia contra os Warriors, na Califórnia. Com uma forte marcação e um ataque poderoso, Dallas disparou no placar ainda no primeiro quarto e aumentou a distância no marcador até o terceiro quarto para ganhar o confronto mesmo com um período em disputa. Para entender a diferença abissal, os visitantes foram para o intervalo com um imenso 62 a 29.

Até os primeiros minutos, Dallas e Golden State disputaram um jogo equilibrado e com os dois lados bem. No entanto, os Mavericks anotaram 25 pontos seguidos para fechar o primeiro quarto enquanto endureciam a marcação e viam os rivais errarem tudo o que tentavam. Antes e depois do intervalo, Luka Doncic, Dorian Finney-Smith e Tim Hardaway Jr. conduziram o baile no Chase Center sem convidar os donos da casa para participar. Com o jogo decidido, os dois times mandaram os reservas para quadra e a franquia da Califórnia até tentou algo, mas nada que pudesse tirar a vitória incontestável dos texanos.

Dallas Mavericks: Luka Doncic (39 pontos, 6 rebotes e 8 assistências) e Dorian Finney-Smith (13 pontos e 8 rebotes);

Golden State Warriors: Stephen Curry (27 pontos) e Mychal Mulder (26 pontos e 5 rebotes);

Confira outros resultados da rodada da NBA

Brooklyn Nets 116×103 Toronto Raptors

Oklahoma City Thunder 119×115 Boston Celtics

Minnesota Timberwolves 114×107 Houston Rockets

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top