Fortaleza

Paulão elogia postura do Fortaleza diante do Coritiba e vê jogo contra o Vasco como um ‘divisor de águas’

(Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza EC)

Nessa segunda-feira (08), o zagueiro Paulão, titular do Fortaleza concedeu entrevista coletiva. Na ocasião, o defensor ressaltou que todos os jogos do Tricolor, até o final do Campeonato Brasileiro são tratados como de “seis pontos”. Além disso, o camisa 25 disse que o espírito da partida contra o Coritiba, tem que ser mantido:

– Eu acredito que, todos os nossos jogos são de ‘seis pontos’. Até porque todas as nossas partidas tem um teor muito importante, porque envolve a tabela. É continuar trabalhando, continuar com o mesmo o espírito da última partida, não só pela vitória, mas foi um espírito aguerrido, uma determinação totalmente diferente, foi um entusiamo. Em um todo, foi tudo muito bom.

Até o duelo contra o Vasco, nessa quarta-feira (10), o Fortaleza teve certa de seis dias para realizar treinamentos. Diante disso, Paulão comemorou o período livre para aprimorar não só a parte física e técnica, mas também a mental:

– É muito bom ter esse espaço de tempo, não só para a parte física e técnica, mas para a mental. Nessa reta final, eu imagino que, não só nós do Fortaleza, mas para as equipes que estão trabalhando na parte debaixo da tabela, o mental é muito importante. Nós estamos naquela situação que você precisa estar ganhando todo tempo, então o fio de concentração tem que ser muito mais tênue. Eu acredito que é muito importante a parte tática, a parte técnica, mas eu acho que a parte mental, o seu alimento mental, a parte espiritual, são muito importantes. Precisamos entrar em campo com a mente sã, para que as coisas possam evoluir.

A partida contra o Vasco é um confronto direto na briga contra o rebaixamento. Com isso, Paulão vê o jogo contra a equipe carioca como um divisor de águas para o Fortaleza dentro da competição:

– Eu vejo como um divisor de águas. Nós nunca conseguimos, dentro dessa competição, dois resultados positivos, duas vitórias seguidas. Então eu vejo, que nesse momento, esse resultado seria muito importante. Seria para completar duas vitórias dentro de um espaço de uma semana. Cria-se confiança, os jogadores voltam a ter aquela autoestima, dentro das partidas, de arriscar mais, de ter a noção novamente de que tudo é possível. A gente precisa ter essa crença

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top