Flamengo

Paulo Sousa comemora classificação e rasga elogios a Victor Hugo: ‘Tem uma leitura de jogo muito boa’

Paulo Sousa comemora classificação e rasga elogios a Victor Hugo: ‘Tem uma leitura de jogo muito boa’
Gilvan de Souza/Flamengo

O Flamengo venceu o Altos-PI por 2 a 0, no Estádio Raulino de Oliveira, e se classificou para as oitavas de final da Copa do Brasil. Apesar da tímida atuação coletiva, o destaque positivo do Rubro-Negro foi Victor Hugo, joia da base que marcou o segundo gol da equipe carioca na partida. Inclusive, após o jogo, em entrevista coletiva, Paulo Sousa não economizou nos elogios ao meia, que completou 18 anos nesta quarta-feira.

+ Capitão contra o Altos-PI, Rodrigo Caio faz desabafo em seu retorno pelo Flamengo: ‘Passa um filme na minha cabeça’

+ Atuações ENM: Victor Hugo entra bem e faz seu primeiro gol pelo time principal do Flamengo; veja as notas

– É um jogador que tem todas as condições para representar um clube com a grandeza que tem o Flamengo. Tem boa capacidade de interpretação de espaços, joga bem de costas e fisicamente é um bom jogador, é explosivo. Tem uma leitura de jogo muito boa – disse o técnico português, que ainda completou:

– É um jogador que dentro da área, como hoje se viu, tem muita presença. Tem gol. Juntamente com outros jogadores da base que estamos prestando atenção para integrarmos e para eles nos ajudarem cada vez mais no nosso rumo, que é ganhar jogos – concluiu.

Após semana conturbada e cheia de polêmicas nos bastidores da Gávea, a equipe de Paulo Sousa vira a chave novamente para o Campeonato Brasileiro, já que neste sábado (14), o Flamengo visita o Ceará na Arena Castelão, às 16h30 (horário de Brasília), pela sexta rodada da competição.

Siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e Youtube.

Confira outros trechos da coletiva de Paulo Sousa:

Maratona de viagens

– Não podemos controlar isso, por isso procuramos tomar as melhores decisões para podermos ter o máximo de jogadores disponíveis para todos os jogos. Temos a dificuldade sobretudo para podermos trabalhar numa intensidade que nos permita um poder aquisitivo maior. Tudo que é cognitivo ao experimentar conceitos no nosso modelo de jogo em baixas intensidades é o mínimo que podemos ir fazendo. Precisamos dos jogadores frescos para se baterem com a complexidade de cada jogo e também com essas mesmas viagens.

Futuro de Rodrigo Caio

– Temos várias fases que determinamos desde o princípio de recuperação. A última fase é a integração em competição, que é das fases mais complexas, sobretudo quando temos jogadores que estão muito tempo sem terem competição.

Vitória apagada

– É uma equipe em reconstrução, com ideias novas. Sempre que temos a capacidade ou a disponibilidade de termos todos os jogadores disponíveis para podermos recriar dentro daquilo que é o nosso modelo de jogo, há muito mais estabilidade. Em termos desses mesmos processos ou em termos de jogo.

– Só que, como tenho vindo a dizer, a temporada é bem longa, precisamos manter todos os jogadores no máximo de performance. E temos que ir integrando sempre os jogadores com menos minutagem porque eles serão úteis, como foram úteis hoje também. Há uma exigência muito grande da torcida do Flamengo, e é nessa exigência que temos de continuar a trabalhar para ganhar e convencer.

Alto número de lesões

Hoje temos que dar os parabéns ao departamento médico mais uma vez. Matheuzinho foi integrando, vimos a questão importante de integrar em temos competitivo. É completamente diferente de quando o jogador está disponível para o treino. Pedro, Rodrigo e Pablo.

– Olhando hoje para o DM, não há um grande número de jogadores que precisam recuperar. Há um trabalho sendo feito, acreditamos muito no trabalho do doutor Tannure, os recursos humanos são muitos bons, e refletimos todos os dias. Temos reuniões diárias, vejo uma procura e uma confiança dos nossos jogadores ao departamento médico.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top