Basquete

Petrovic faz balanço do Pré-Olímpico de Basquete e relembra jogadores que pediram dispensa

Petrovic Brasil

Pouco menos de uma semana após a derrota do Brasil na final do Pré-Olímpico de Basquete, o técnico Aleksandar Petrovic decidiu fazer um balanço sobre a queda do time e o fim da chance de chegar à Tóquio. Através das redes sociais, o croata relembrou as dispensas de alguns jogadores, que segundo o treinador, fizeram falta na decisão contra a Alemanha.

Na manhã desta sexta-feira, 9, Petrovic afirmou que reviu a participação brasileira em Split, na Croácia, e que havia chegado à conclusões sobre o que faltou para ganhar a competição. Em três pontos, o treinador explicou que entendia que faltou a presença de um outro jogador chutador, como Didi Louzada, um jogador bom no um contra um, como Raulzinho Neto, e um terceiro nome com grande estatura e pronto para diminuir o volume de Benzing, jogador alemão responsável por 12 pontos.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

Após o anúncio da lista de jogadores que estariam no Pré-Olímpico, Petrovic viu quatro jogadores pedirem dispensa da seleção. Marquinhos, ala ex-Flamengo, anunciou a sua aposentadoria do time nacional, Didi Louzada e Gui Santos decidiram focar na próxima temporada por clubes, e Raulzinho alegou motivos pessoais. À época, o treinador havia lamentado as ausências de Didi e Gui Santos, mas havia afirmado que o Brasil iria forte para a competição.

No entanto, a reflexão de Petrovic não caiu bem para os torcedores. Pressionado pelo resultado ruim, o croata é criticado por não ter utilizado mais os dois últimos MVP’s do NBB, o Novo Basquete Brasil, na grande decisão: Lucas Mariano e Georginho. Apesar do momento em baixa, o treinador ainda está no comando da equipe, mas vive incerteza sobre a continuidade do trabalho.

No Grupo B do Pré-Olímpico de Basquete, o Brasil venceu com facilidade a Tunísia e a Croácia, e avançou em primeiro para as semifinais. Contra o México, a Seleção Brasileira novamente teve tranquilidade para garantir o triunfo e chegou na final com muita expectativa pelo título. No entanto, uma atuação mais nervosa e sem o mesmo brilho dos outros jogos terminou em derrota para a Alemanha e fim do sonho de chegar em Tóquio.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top