Esportes olímpicos

Pia Sundhage fala sobre os desafios da Seleção: ‘Nós estamos preparadas para qualquer equipe’

Pia Sundhage fala sobre os desafios da Seleção: "nós estamos preparadas para qualquer equipe"
Foto: Sam Robles/CBF

Após vencerem a China pelo incrível placar de 5 a 0, a Seleção Brasileira de Futebol Feminino volta aos gramados neste sábado (24), às 8h, para enfrentar a fortíssima equipe da Holanda. Em entrevista concedida à CBF TV, a treinadora Pia Sundhage falou sobre o cenário que as Guerreiras do Brasil têm pela frente.

— Se você olhar para as nossas oponentes e também para as Olimpíadas anteriores, nós temos chances de alcançar as quartas de final. Nós faremos isso. Depois disso, tudo pode acontecer. Depende de contra quem você jogará, e nós estamos preparadas para qualquer equipe, fizemos nosso dever de casa. Mas também temos que nos atentar para o que acontecer durante os Jogos, quem está jogando bem, quem está em uma fase iluminada, com quem temos que ter um pouco mais de preocupação — declarou Pia Sundhage.

+Confira a agenda completa das Olimpíadas de Tóquio

SIGA AO VIVO TUDO DAS OLIMPÍADAS AQUI NO ESPORTE NEWS MUNDO!

A treinadora, que é figura constante nos vídeos de momentos de descontração das atletas, falou ainda sobre a sua relação com as jogadoras, uma vez que Pia é sueca, e por isso não somente a nacionalidade, como também os costumes e a cultura são tão diferentes:

— A diferença é a língua. A diferença é a espontaneidade. A parte técnica do futebol, se tivermos um pouco mais de organização e paciência, este será um dos melhores grupos. É divertido estar perto e acompanhar uma atleta brasileira, é como se você fosse abraçada por esse calor — afirmou Pia.

Por fim, Pia falou sobre a química do elenco, que sempre se mostra bastante unido e entrosado. A união de veteranas, como Marta e Formiga, às representantes da nova geração do futebol nacional, como Gio Queiroz dão ao ambiente a leveza que Pia garante ser essencial: “sendo generosa, repassando uma mensagem, compartilhando uma risada, isso é importante”.

— Esse grupo é fantástico! Temos jovens atletas correndo e atletas mais experientes que são inteligentes e observam bastante quando jogamos. Acredito que essa mistura vá nos ajudar de uma maneira crucial. É sobre nós despertarmos nossas melhores performances. As jovens encorajam as mais experientes, as mais experientes se certificam quê as mais jovens estão correndo para a direção certa. Gosto bastante da nossa atmosfera dentro de campo, mas também fora dele. Isso é importante porque você precisa de bastante energia, e também precisamos acreditar no que estamos fazendo. Sendo generosa, repassando uma mensagem, compartilhando uma risada, isso é importante — finalizou a treinadora Pia Sundhage.

LEIA MAIS:

+Rafaela Silva: relembre a conquista do ouro pela judoca no Rio

+Tiro com arco: com brasileiros Ane Marcelle e Marcus D’Almeida no meio da tabela, confira o resumo da rodada de ranqueamento

+Tiro com arco: arqueira russa passa mal e desmaia após a prova

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top