Chapecoense

Pintado exalta boa partida da Chapecoense com nova formação, mas lamenta empate no final do jogo

Márcio Cunha/ACF

Nesta última quarta-feira (13), a Chapecoense e Athletico empataram pelo placar de 1 a 1, na Arena Condá, em partida válida pela 26ª rodada do campeonato Brasileiro. O Verdão do Oeste esteve muito próximo de sua primeira vitória em casa no campeonato, abrindo o placar com Moises Ribeiro no começo do segundo tempo, mas o Furacão conseguiu o empate aos 43 minutos da etapa final, com Christian. Com isso, a Chape segue sem vencer em casa no Brasileirão, terminando os últimos três jogos como mandante empatados, todos pelo placar de 1 a 1.

Em coletiva de imprensa pós jogo, Pintado exaltou a boa partida feita pela Chape, mas lamentou pelo resultado, devido que o empate da equipe paranaense veio apenas ao final do jogo. Além disso, comentou sobre o novo esquema usado de três zagueiros.

-Saímos frustrados. Foi uma partida segura. Tivemos, hoje, a possibilidade de ter três zagueiros com característica para jogar nesse sistema. Os jogadores compraram a ideia, isso é muito importante. Acreditar quando a gente lança uma mudança como essa, é importante que os atletas acreditem no que estamos fazendo, e hoje foi provado isso. Os atletas confiam e acreditam no que estamos fazendo. Ainda tenho que trabalhar muito nisso. É um sofrimento por não conseguir a vitória, mas ao mesmo tempo não vou me cansar de buscar soluções para esta equipe. Nada vai tirar a minha determinação em busca de melhores resultados. Fico feliz pela boa partida da equipe hoje, mas futebol não é merecimento, futebol é competência. Como foi da outra vez, merecíamos, mas não fomos competentes para vencer.

Para saber tudo da Chapecoense, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook. E se inscreva no nosso YouTube

Pintado, perguntado sobre o novo esquema usado pela Chape, falou sobre o desempenho da equipe na partida, e afirmou que a equipe lutará até o fim para conseguir essa tão sonhada vitória em casa.

-Fico satisfeito, mas não feliz (pelo resultado). Não conseguimos a vitória que tanto queríamos, que a gente tanto tem lutado para conseguir, mas fico satisfeito com o desempenho. Uma mudança significativa, sistema de jogo totalmente diferente. Conseguimos encaixar muito bem o jogo. O Athletico, que é uma boa equipe, acostumado a jogar nesse sistema, não conseguiu encaixar as jogadas. Nós fomos felizes. No setor ofensivo principalmente, mais uma grande partida de alguns atletas, sendo alguns deles jogando acima do limite, mas repito, não vamos nos entregar. Não vamos cansar de lutar para buscar essa vitória.

Rodriguinho, um jogador que veio da base do clube, teve sua primeira oportunidade como titular na partida de hoje, e o comandante falou um pouco sobre a atuação do jogador. E por final, falou um pouco sobre o lateral esquerdo Busanello

-Dentre os pontos positivos desse jogo, o mais importante foi a revelação de mais uma atleta revelado pelo clube. Isso é parte do meu trabalho, tenho essa responsabilidade. Lançar atletas neste momento não é fácil, requer coragem e um planejamento. O Rodrigo fez uma partida muito segura. No final acabou sentindo, porque se entregou muito, e também, como as outras equipes, temos desgastes físicos, pelo fato que jogam a cada 48 horas. Além do bom jogo, criamos um ativo importante para a Chapecoense, que dará alegrias em campo e pode ajudar muito pelo lado financeiro. Já o Busanello, teve uma atuação segura e normal, já que estava descansado da última partida. Hoje irá pesar muito a questão física. Busanello, assim como outros jogadores, se puderem descansar um pouco mais, irão render aquilo que a gente sabe, assim como foi hoje, alto rendimento de toda a equipe.

Ao final, o técnico explicou o motivo das alterações feitas no final da partida, sendo uma delas do atacante Mike.

-O desgaste do Mike, o que esse atleta vem fazendo por nós, é muito especial. Tenho que reconhecer isso. Seria cruel da minha parte se ele corresse o risco de uma lesão, porque o atleta já havia sinalizado para fazer a substituição durante o jogo. O desgaste físico é muito grande. E o Kaio (atleta que entrou no lugar de Mike) é um jogador que vem crescendo nos treinamentos, tem uma característica muito importante, que serviria no jogo de hoje porque o Athletico começou a oferecer espaços para sair em uma transição rápida, e o Kaio é muito bom nisso, mas faço as substituições quando os atletas estão no limite, para que continue sustentando um jogo de intensidade. Temos lutado muito para seguir buscando essa vitória, em casa principalmente, para o nosso torcedor. É por ele, que vamos lutar até o final.

A Chapecoense volta a campo no próximo sábado (16), as 19h (horário de Brasília), contra a equipe do Fortaleza, na Arena Condá, em jogo válido pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top