Corinthians

Piton revela bastidores do gol de falta e recebe provocação de Fábio Santos

Corinthians Timão Lucas Piton Fábio Santos
Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

O lateral esquerdo Lucas Piton marcou seu primeiro gol pelo Corinthians em cobrança de falta, no clássico contra o Santos, na Vila Belmiro. Em entrevista à Corinthians TV, o jogador de 20 anos contou os bastidores de antes da batida até a bola entrar na rede do Peixe.

“Saiu a falta, eu vi o Ramiro indo para a bola e já tinha tido a outra falta, que o GP bateu. Aí eu falei: ‘Ramiro, deixa eu pegar essa’. Ele falou: ‘pode pegar, você vai fazer o gol’. Eu estava muito confiante. Peguei a bola, vi que tinha um espacinho onde estava a nossa barreira e a barreira do Santos. Falei: ‘vou tentar bater ali e ver o que vai acontecer’. Tive uma felicidade de pegar bem na bola e fazer o gol, graças a Deus”, lembrou o camisa 6, que ainda revelou o pedido de João Victor para que ele fizesse o cruzamento na área.

“Estava eu e o Ramiro conversando, aí veio o João e disse: ‘Piton, joga na área’. Eu falei: ‘não, João, vou bater no gol. Estou muito confiante, vou bater no gol’. Ele: ‘não, não sei o que, joga na área’. Eu falei: ‘não, vou bater no gol’. Aí ele já foi para a área meio bravo. Tive a felicidade de a bola cair rápido. Graças a Deus, foi gol”, acrescentou.

Cria das categorias de base do Timão, Piton repetiu o feito do experiente Fábio Santos, que também balançou as redes pela primeira vez como jogador do Corinthians em clássico contra o Santos, em cobrança de falta, no ano de 2011. O veterano brincou e disse que seu gol, marcado no Pacaembu, foi mais bonito que o do jovem companheiro de posição.

“Meu primeiro gol foi contra o Santos, de falta, e, diga-se de passagem, muito mais bonito que o do Piton. Detalhe, eu fiz dois, um de pênalti. Está devendo um de pênalti ainda”, disse, aos risos, o camisa 26.

Depois do jogo, ainda no vestiário, Piton recebeu uma ligação em vídeo do titular, que o parabenizou pelo golaço. Fábio Santos não foi relacionado para o clássico, poupado para a sequência de jogos que vem a seguir.

+ Corinthians x Peñarol: prováveis escalações, desfalques, onde assistir e palpites

“Sempre quando acaba o jogo, quando eu jogo, sempre mando mensagem para ele, perguntando como foi, o que ele achou. Todos sabem que eu levo ele como ídolo, uma referência. Tudo que ele ganhou aqui dentro não tem explicação. Ele me ajuda muito, me apoia bastante, sempre manda mensagem”, declarou a promessa alvinegra.

“Ele é um ídolo para mim, uma referência. Ele ganhou tudo, é um vencedor. Se Deus quiser, vou chegar no nível dele”, completou.

O Corinthians volta a campo nesta quinta-feira (29), às 19h15 (de Brasília), quando encara o Peñarol, na Neo Química Arena, pela Copa Sul-Americana. A equipe comandada pelo técnico Vagner Mancini busca se recuperar do empate sem gols com o River Plate-PAR, em Assunção, na estreia do torneio.

Para saber tudo sobre o Corinthians, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top