Cruzeiro

Polícia Civil conclui e encaminha ao Ministério Público inquérito que indicia ex-dirigentes do Cruzeiro

dos ex-dirigentes indiciados no inquérito feito pela Polícia Civil Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

De acordo com informações divulgadas pela Polícia Civil do Estado de Minas Gerais (PCMG), três ex-dirigentes do Cruzeiro, sendo eles Wagner Pires de Sá, Sérgio Nonato e Itair Machado, e quatro empresários foram indiciados por apropriação indébita, falsidade ideológica, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

Com a conclusão do inquérito, que investigou irregularidades cometidas pelos administradores do clube celeste, o procedimento, conforme informado pela Polícia Civil, foi encaminhado para o Ministério Púbico de Minas Gerais (MPMG). O Ministério Público, por sua vez, decidirá os rumos do processo, podendo oferecer denúncia, solicitar mais diligências ou arquivar o caso.

Em nota oficial, o Cruzeiro se pronunciou dizendo que:

“O Cruzeiro Esporte Clube recebeu com grande felicidade, neste dia 10 de agosto de 2020, a informação de que a Polícia Civil de Minas Gerais concluiu as investigações da ‘Operação Primeiro Tempo’ e as encaminhou ao Ministério Público do Estado, que agora ficará responsável por oferecer ou não as denúncias aos investigados citados no inquérito.

É público e notório que o Cruzeiro foi vítima de diversas práticas no mínimo questionáveis pela sua antiga gestão, que não só foram determinantes para o péssimo e infeliz resultado esportivo dentro de campo, mas que também prejudicaram de forma profunda a saúde administrativa do Clube, que só está se reerguendo graças ao apoio dos seus milhões de torcedores e também ao trabalho incansável de profissionais capacitados e que amam a instituição.

A partir de agora, o Cruzeiro aguarda ansiosamente os demais desdobramentos do caso, confiando na capacidade e seriedade dos profissionais do Ministério Público de Minas Gerais, sempre enfatizando que a torcida é única e exclusivamente para que a justiça seja feita, caso sejam de fato comprovadas as irregularidades.”

Para saber mais sobre o Cruzeiro, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top