Ponte Preta

Ponte Preta quase duplica aproveitamento dos pontos pós-pausa; veja comparativo

Ponte Preta sobe de produtividade depois da parada de quatro meses | Crédito: Álvaro Júnior / AA Ponte Preta
— Continua depois da publicidade —

Após paralisação do futebol em decorrência da pandemia do novo coronavírus, a Ponte Preta praticamente duplicou o aproveitamento dos pontos disputados.

No comparativo entre antes e depois do período de isolamento, Macaca passou de 38,4% para 66,6% no recorte de 13 jogos disputados.

LEIA MAIS: Zé Roberto perde quatro quilos por Covid e desfalca a Ponte Preta contra o Avaí

Antes da pausa no calendário, Alvinegra, com os técnicos Gilson Kleina e João Brigatti, contabilizou quatro vitórias, três empates e seis derrotas, além da lanterna no Campeonato Paulista e derrota de virada no dérbi diante do Guarani, em 16 de março.

Na volta das atividades a partir de 22 de julho, time campineiro já tem oito triunfos, duas igualdades, três tropeços, semifinal de Estadual e vaga constante no pelotão de frente da Série B do Campeonato Brasileiro.

A PONTE PRETA ANTES DA PANDEMIA:

• PON  2 x 3  Santo André

• Botafogo-SP  0 x 1  PON

• PON  2 x 1  Corinthians

• Internacional de Limeira  2 x 1  PON

• PON  0 x 1  Palmeiras

• Novo Hamburgo  1 x 2  PON

• Ituano  1 x 1  PON

• PON  1 x 1  Ferroviária

• PON  0 x 0  Vila Nova

• São Paulo  2 x 1  PON

• PON  1 x 2  Red Bull Bragantino

• PON  3 x 0  Afogados da Ingazeira

• Guarani  3 x 2  PON

A PONTE PRETA PÓS-PANDEMIA:

• PON  2 x 0  Novorizontino

• Mirassol  0 x 1  PON

• Santos  1 x 3  PON

• Palmeiras  1 x 0  PON

• PON  0 x 1  América-MG

• Brasil de Pelotas  1 x 1  PON

• PON  3 x 3  Vitória

• Oeste  1 x 3  PON

• PON  2 x 1  CSA

• Afogados da Ingazeira  0 x 2  PON

• Sampaio Corrêa  1 x 2  PON

• Paraná  2 x 1  PON

• PON  1 x 0  Botafogo-SP

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo