Copa do Brasil

Por classificação à Copa do Brasil, Guarani torce pelo Bragantino; veja cenário

Guarani torce pelo Red Bull Bragantino para se classificar à Copa do Brasil
Crédito: Ari Ferreira / Red Bull Bragantino

A classificação do Guarani à próxima edição da Copa do Brasil depende de combinação de resultados na última rodada do Campeonato Brasileiro.

Bugre é obrigado a torcer pelo Red Bull Bragantino por não ter mais chance de vaga via Ranking Nacional de Clubes.

+ Pablo minimiza pressão no Guarani em 2021: ‘Sei o peso da camisa’

Prejudicado diretamente por drástica queda de produtividade na reta final da Série B do Campeonato Brasileiro a partir do surto de Covid-19 no elenco, com apenas um empate e seis derrotas nos sete últimos jogos, Alviverde não vai faturar uma dos dez espaços disponíveis pelo RNC.

CENÁRIO

A única e última matemática capaz de carimbar passaporte ao mata-mata é por meio do vice-campeonato do Troféu do Interior, em agosto – para isso, o Toro Loko, algoz campineiro na final única e atualmente em 11º lugar, precisa, obrigatoriamente, terminar a Série A em nono.

O clube de Bragança Paulista tem 50 pontos a uma rodada do fim, assim como Athletico-PR (9º) e Corinthians (10º), mas com desvantagem nos critérios de desempate.

Os comandos de Maurício Barbieri contabilizam apenas 12 vitórias, contra 13 do Timão e 14 do Furacão.

Para se marcar presença na Copa do Brasil, de alta rentabilidade no primeiro semestre do ano, o Guarani torce, na quinta-feira, por um triunfo simples do Red Bull diante do Grêmio, a ser escalado totalmente com reservas por ter a final exatamente deste torneio frente o Palmeiras.

O confronto, que ocorre no Estádio Nabi Abi Chedid, também tem peso decisivo às finanças alviverdes, cujo orçamento, ao menos inicialmente, não prevê vaga entre os 92 participantes – o Corinthians visita o Internacional, na briga pela taça, enquanto o Athletico-PR recebe o Sport.

Desta forma, em caso de resultado positivo do Bragantino, paulistanos e curitibanos não podem somar três tentos – se empatar com o Tricolor Gaúcho, Alviverde torce por tropeços dos dois rivais e ainda fica na expectativa de que o Ceará não bata o lanterna Botafogo, em Fortaleza.

TEM MOTIVO

Por conta de quatro temporadas consecutivas na Série C do Campeonato Brasileiro, o Guarani despencou no Ranking Nacional de Clubes, elaborado pela CBF, e participou da Copa do Brasil apenas uma única vez de 2015 para cá – foi em 2019, por ter sido campeão da Série A2 do Paulista.

Na ocasião, sob comando de Osmar Loss, o time de Campinas deu adeus de forma precoce, ainda na primeira fase, depois de derrota diante do Avenida, em Santa Cruz do Sul, no Estádio dos Eucaliptos, pelo placar de 1 a 0, e desperdiçou chance de desafiar o Timão na segunda etapa.

BALANÇO

Ao longo da história, o Guarani soma 18 participações na Copa do Brasil a partir de 1989.

As melhores campanhas foram registradas em 1999, 2004, 2006 e 2010, quando foi eliminado na terceira fase por Internacional, Santo André, Flamengo e Santos, respectivamente.

“Estou torcendo pelo Red Bull Bragantino. Eu acho que não só eu, mas toda a nação bugrina torcendo para a gente conquistar essa vaga na Copa do Brasil através do Red Bull chegando em nono colocado no Campeonato Brasileiro”, declarou o presidente bugrino, Ricardo Miguel Moisés, em entrevista à Rádio Brasil de Campinas.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top