Guarani

Presidente cita planos do Guarani na Série B: ‘Apenas correções pontuais’

Presidente cita planos do Guarani na Série B: 'Apenas correções pontuais'
Crédito: Thomaz Marostegan / Guarani FC

Ricardo Miguel Moisés, presidente do Conselho de Administração, detalhou os planos do Guarani para disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.

Em entrevista à Rádio Central de Campinas, mandatário foi questionado sobre aa possibilidade de o Bugre buscar novas peças no mercado e reiterou necessidade de analisar o elenco ao encerramento do Estadual, no mês de maio.

+ Aal testa Guarani com três trocas contra Novorizontino; veja provável time

“É normal a gente verificar as carências e deficiências do elenco ao final do Campeonato Paulista. Existe, sim, algum estudo para que reforçamos o time para o Campeonato Brasileiro. Acredito que teremos aí algumas contratações. Já estou visualizando esses nomes e debatendo com o departamento profissional. São apenas correções pontuais. Com relação ao homem gol, estudamos também um reforço nessa posição, mas ainda nada definido de forma concreta”, afirmou.

“Eu acho que temos aí cinco ou quatro campeões brasileiros na Série B. O Guarani é um deles. Vai ser o Campeonato Brasileiro de Série B mais difícil de todos os tempos. O Guarani vem firme para o Campeonato Brasileiro. Teremos aí um time muito competitivo”, emendou.

SAIBA MAIS

Segundo apuração da reportagem do Esporte News Mundo, Guarani estuda o mercado em busca de, no mínimo, duas posições prioritárias: um centroavante e um lateral-direito.

Na ala, ideia do Bugre é trazer um nome com status para ser titular e com certa experiência, haja vista Éder Sciola ter contrato válido até o fim do Campeonato Paulista – o camisa 70 ainda não foi procurado para discutir a renovação.

Outra alternativa é Mateus Ludke, promovido das categorias de base no fim do ano passado e ainda sem emplacar sequência interessante no profissional.

Já no ataque, time campineiro não esconde de ninguém a necessidade de trazer um atacante para atuar como referência, posição ocupada por Bruno Sávio, Davó ou Rafael Costa neste início de temporada – vários atletas foram consultados no primeiro quadrimestre, porém sem evolução na negociação.

O Guarani também promete investimentos mais pesados para encorpar o grupo no decorrer da segunda divisão nacional para buscar o acesso após mais de uma década longe da elite.

O Alviverde também analisa as opções disponíveis para trazer mais um zagueiro, sobretudo a partir da falta de acordo pela não renovação com Victor Ramon, cujo vínculo se encerra em 30 de abril – saiba mais aqui.

Neste momento, o técnico Allan Aal conta com apenas três opções para o setor – Airton, Romércio e Thales -, além de dois beques revelados na base e não inscritos no Estadual: Bruno Bianconi e Titi.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top