Cruzeiro

Presidente do Cruzeiro destaca ‘pioneirismo’ e comemora SAF: ‘Vai ser referência’

Presidente Cruzeiro Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

O Cruzeiro apresentou, nesta segunda-feira (29), o registro para se tornar uma Sociedade Anônima do Futebol (SAF), a primeira do Brasil. Assim, o clube deu mais um passo para a sua reconstrução – desde a queda em 2019, a Raposa vem enfrentando grave crise financeira e desportiva. E, além de anunciar o feito e comemorar nas redes sociais, o presidente celeste veio a público para comentar o início, de fato, do processo para que a equipe estrelada se torne um clube empresa. 

Para Sérgio Santos Rodrigues, o Cruzeiro surge como pioneiro em mais um grande momento para o futebol brasileiro. Além disso, o presidente da Raposa se mostrou realizado com este novo passo e disse acreditar que o time mineiro será referência no país. Confira o pronunciamento oficial do presidente Sérgio Santos Rodrigues: 

– A gente está muito empolgado com a entrada do pedido de registro da SAF, é uma coisa que desde o começo estamos brigando por ela. Começa no aspecto legislativo, primeiro senado, depois câmara, sempre nos reunindo com outros presidentes de clube, senadores, parlamentares, com deputados, para poder fazer isso acontecer. Aprovações do conselho deliberativo do Cruzeiro. Em quase tudo, nós fomos pioneiros, contratação de assessorias de renome, que fazem operações de fusão e aquisições para as maiores empresas não só do Brasil, mas do mundo todo. Acho que isso aí, para nós, foi fundamental para poder definir o futuro do Cruzeiro de uma forma mais perene, mais certa. Porque hoje, infelizmente, a gente faz muito é tentar ir no dia a dia, superando essa dificuldade aos poucos. Acho que a aprovação da SAF vai nos permitir captar recursos de uma forma mais definitiva e organizada, se possível, que a gente quer, trazendo alguém que tenha knowhow na operação para nos ajudar. Estramos muito felizes, muito agradecidos, com o empenho de todos os envolvidos, ao doutor Bruno Volpini, o advogado que nos ajudou nisso, a própria junta comercial, acho que é um marco para ela fazer parte do registro da primeira SAF do Brasil. Tenho certeza que todo o nosso processo vai ser uma referência para que outros clubes busquem a mesma solução. Estamos muito animados e torcendo para que as coisas caminhem o quanto antes –, declarou o presidente do Cruzeiro. 

https://www.instagram.com/p/CW3tsVJlJrk/?utm_medium=copy_link
Em suas redes sociais, o presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, também comentou sobre a SAF

O pedido de registro feito pelo Cruzeiro foi realizado na Junta Comercial (JUCEMG). Agora, o Cruzeiro vive um novo momento, podendo em breve contar com investidores. A expectativa é de que isso aconteça já no primeiro trimestre do ano que vem. A Raposa, nos últimos meses, vem estreitando relacionamentos e contando com o apoio de empresas e especialistas no setor. O Cruzeiro prevê uma arrecadação de R$ 500 milhões logo nos primeiros meses da transformação em SAF. 

Esse novo passo, em conjunto com a recuperação financeira, será importante para que o Cruzeiro brigue para retornar à elite do futebol nacional, o que infere, claro, mais giro de capital. Em 2022, a Raposa irá em busca do acesso mais uma vez. 

Para saber tudo sobre o Cruzeiro, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top