Futebol

Presidente do Ceará diz que haverá mudança na forma de pensar o futebol

Com a paralisação do futebol em todo o mundo, alguns dirigentes de clubes brasileiros começam a projetar uma possível retomada do esporte e, provavelmente, com uma nova visão do futebol em nosso país. Um dos dirigentes que segue essa linha é Robinson Castro, presidente do Ceará.

Para o mandatário, será fundamental os clubes repensarem suas ações a partir do final da pandemia, principalmente com relação à parte financeira e os gastos na aquisição de novos jogadores.

“Vamos ter que entender o momento em que vivemos e tentar, todo mundo, ceder alguma coisa. Não vai ser possível, principalmente no futebol, uma folha de pagamento alta demais. As cifras no futebol são foras do padrão de qualquer organização. Isso é até motivo para reflexão, para a gente, para frente, repensar um pouco os valores que hoje circulam dentro do futebol, especialmente salário de jogadores e treinadores que são totalmente incompatíveis com a realidade social que o nosso país tem”, declarou Robinson Castro.

Apesar de o Ceará ter se tornado uma referência em honrar seus compromissos financeiros, o dirigente já sabe que o clube pode encontrar dificuldades mais a frente se as competições não retornarem. Ao que tudo indica, o mês de maio será delicado para o Vozão na parte financeira.

Foto: Divulgação

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo