Campeonato Brasileiro - Série B

Presidente Ricardo Moisés reforça objetivo do acesso à Série A e elogia Daniel Paulista “o trabalho tem que ter longevidade”

Foto: Thomaz Marostegan/Guarani FC

Nesta segunda-feira (28) o presidente Ricardo Moisés e o superintendente de futebol Michel Alves concederam uma entrevista coletiva. Foi a primeira entrevista presencial depois de mais de dois anos na sala de imprensa do Brinco de Ouro. Segundo os perfis oficiais do clube é “o primeiro passo para o retorno gradual das atividades no dia a dia”.

O mandatário do Bugre reafirmou que a meta do clube em 2022 é terminar entre os quatro primeiros da Série B: “O grande objetivo do é o acesso. A gente já falou para todos os sócios e publicamente.” Confira mais algumas respostas dos dirigentes, que fizeram um balanço da temporada até o momento e comentaram o planejamento para a sequência do ano:

Premiação do Paulistão de 295 mil e renda do jogo contra o Corinthians de quase 600 mil reais

“Existe um valor (de premiação) que não é esse, é um pouco maior. mas vai chegar nesse valor com os descontos de imposto e retenção na penhora da justiça do trabalho. só vai ser pago após o termino da competição, contamos com ele para o próximo mês. Com relação à bilheteria do Corinthians vai chegar sim um valor para os nossos cofres em torno disso mas que sofre também com as penhoras da justiça do trabalho.”

Continuidade do Daniel Paulista e da comissão

“Eu não gosto de trocas na comissão. Acho que o trabalho tem que ter longevidade. Toda troca não beneficia o clube, gera custos… Tem que ter tempo para implementar uma filosofia de trabalho. O time oscila e você tem que ter segurança no trabalho para continuar. Acreditamos muito no Daniel, é vitorioso por tudo que apresentou no ano passado. A gente deu continuidade, mesmo o time oscilando, por confiar e acompanhar o trabalho a gente bancou e vai continuar bancando pro Brasileirão. Na troca você retorna para estaca 0.”

Prejuízo financeiro por eliminação precoce da Copa do Brasil

“O Guarani não avançava na Copa do Brasil havia alguns anos, ficou alguns até sem participar. Pegamos uma disputa difícil com o Vila, um time de igual para igual com o Guarani no momento, também na Série B e em evolução. Infelizmente não avançamos e a gente contava sim com essa premiação. Nossa administração é segura, pé no chão, não comprometemos esse recurso. Cada recurso que entra a mais (venda do Gabriel Pereira do Corinthians, que ainda vai entrar), vai nos ajudar a reforçar a equipe com esse valor. O Guarani segue seguro na parte financeira, com salários em dia.”

Michel Alves foi questionado sobre a situação de três atletas que ainda não definiram se permanecem em Campinas: Giovanni Augusto, Bruno Silva e Maxwell. O cartola elogiou o camisa 10 e disse que o clube vai se esforçar para concretizar a renovação “ele entregou o que esperávamos. O Guarani vai fazer um esforço dentro da nossa realidade. As conversas estão avançadas. Queremos muito contar com ele, e ele tem o desejo da permanência. Aguardamos finalizar o quanto antes.” Quanto ao volante e ao atacante, Michel Alves respondeu que ainda não há uma definição mas as conversas com os respectivos empresários estão em andamento e existe a possibilidade de saída de ambos.

Confira os primeiros cinco jogos do Guarani na Série B. A estreia é no próximo final de semana, fora de casa, contra o Brusque. Até a publicação desta matéria a CBF ainda não divulgou a tabela detalhada.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top