Palmeiras

Pressionado, Galiotte se pronuncia sobre a situação de Abel Ferreira no Palmeiras

(FOTO:DIVULGAÇÃO/PALMEIRAS/Fabio Menotti)

Após jogo pífio e empate contra o Bahia por 0 a 0, na última terça (12), pelo Brasileirão, o Palmeiras chegou a marca de cinco jogos sem vencer na competição. Ao todo, foram cinco pontos conquistados dos últimos 21 disputados. Com esse desempenho, Abel Ferreira vem recebendo duras criticas da torcida alviverde que pede um posicionamento sobre a questão para Maurício Galiotte, presidente do clube.

Em entrevista ao GE, Mauricio Galiote não hesitou em responder nenhuma das questões levantadas. Quando perguntado sobre uma má administração, argumento dos torcedores que o criticam, o presidente do clube foi firme em sua resposta

– Nós lideramos o Campeonato Brasileiro algumas rodadas, estamos na final da Libertadores pelo segundo ano seguido, pagamos R$ 300 milhões de contas de gestões anteriores, de atletas que estavam na Justiça, empréstimos. Investimos na estrutura do clube, não temos um real de atraso dos compromissos do clube, revelamos atletas da base, mantivemos o emprego de todos os funcionários durante a pandemia, temos investimento em infraestrutura no clube social e na Academia de Futebol, afirmou Galiotte.

– Não dá para dizer que o Palmeiras não tem administração, isto não existe. Fazendo uma autoavaliação, é só comparar o período atual com outros e podem escolher o período, eu deixo as pessoas escolherem para ver se tem gestão ou não. Temos atletas revelados, uns no elenco e outros para um próximo período, elenco competitivo e é o que posso dizer. Tem trabalho e tem resultado, finalizou o presidente do Palmeiras.

Para saber tudo sobre o Palmeiras, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Galiotte também comentou sobre a atuação de Anderson Barros, executivo de futebol do Palmeiras, responsável pelas contratações do clube.

–  A avaliação de torcedor para dirigente é feita por contratações, basicamente. Mas a função é muito maior que isso. Contratação faz parte, mas tem administração de elenco, dia a dia, dos departamentos, do futebol como um todo e das pessoas envolvidas. É importante e tem de ser contemplado. São situações como eu disse, algumas avalições serão feitas no próximo ciclo ou próxima gestão. Mas posso garantir que ele é um profissional vencedor, muito comprometido, experiente. As definições principais serão da próxima gestão, explicou Galiotte.

O próximo confronto do clube é contra o Internacional, dentro de casa. Segundo encontro do elenco com a torcida após mais de um ano sem a presença de todos fisicamente. Caso o clube não conquiste os três pontos, tem a chance de cair para a 7ª posição, a depender do resultado do Corinthians. Caso vença, pode voltar a ocupar a terceira posição da tabela.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top