Coritiba

PVC defende Morínigo após sequência de resultados ruins do Coritiba; confira

Foto: Reprodução/SporTV - Divulgação/Coritiba

Após um início de campeonato bastante acima do esperando, o Coritiba não vem conquistando os mesmos bons resultados. Com a derrota para o Internacional na última sexta-feira (24), o time comandado pelo técnico Gustavo Morínigo chegou a seis jogos sem conquistar os três pontos, sendo quatro derrotas consecutivas.

Para saber tudo do Coritiba, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook. E se inscreva no nosso YouTube!

O comentarista esportivo Paulo Vinícius Coelho, mais conhecido como PVC, fez alguns comentários em uma publicação do Globo Esporte dizendo que os torcedores Coxas-Brancas não podem criticar e cobrar exclusivamente o treinador paraguaio. Confira:

— Não dá para você colocar tudo nas costas do Morínigo. O time hoje precisa de mais controle no meio-campo. Robinho se machucou, Régis perdeu rendimento. Isso tira o controle do meio-campo, e o Coxa fica à mercê da velocidade de Igor Paixão e Alef Manga, da irregularidade de Alef Manga ou de Fabrício Daniel. Tudo isso é parte do cardápio, não é só o técnico.

Apesar dos últimos resultados ruins, no duelo contra o rival Athletico, por exemplo, o Coritiba fez uma excelente partida, tendo domínio do jogo durante os 90 minutos, porém foi infeliz nas finalizações. Com um final bastante polêmico, o Verdão foi derrotado por 1 a 0 devido ao pênalti aos 54′ da etapa final.

PVC complementou dizendo que mudar o treinador nem sempre é a solução:

— Por isso que trocar o técnico às vezes é uma ilusão. Dá aquele choque imediato, o clube ganha dois jogos e depois volta ao patamar anterior, que é brigar contra o rebaixamento. O que precisa mudar no Coritiba é ter um clube estruturado para brigar sempre na parte de cima da tabela.

Por fim, o comentarista da Globo, defendeu mais uma vez o treinador Alviverde:

— Não é que o Morínigo seja o novo Guardiola, ninguém vai dizer isso. Mas, o entendimento do Coxa foi de que ele era o cara para conduzir um processo de reconstrução. E reconstruiu. Começou o Campeonato Brasileiro muito bem. Teve uma queda, fez uma distância grande para os principais concorrentes nas vagas da Libertadores. Mas isso não é exclusivamente culpa do técnico. Tem um processo do clube de se colocar em uma posição de disputa das principais classificações.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top