Mais Esportes

Quadribol: IQA divulga principais mudanças nas regras do esporte

Foto: MARIA LAURA - Fotografia
— Continua depois da publicidade —

Nesta quinta (6), a International Quidditch Association (IQA) divulgou as principais mudanças nas regras para o novo manual do quadribol, que valerá para os anos de 2020 a 2022.

A Associação Brasileira de Quadribol (ABRQ), representada pelos diretores de Arbitragem, Gabriel Villas, de Expansão e Desenvolvimento, Paula Ramos, de Esporte, Johann Daflon, e o treinador da seleção brasileira, Francisco Abrão, conversou com o Esporte News Mundo e dissertou sobre as principais mudanças no esporte.

Veja as mudanças citadas:

Mudanças em Equipamentos

  1. A tolerância para a altura dos aros será de +/- 2 cm. (Obs: As alturas padrão dos aros são: 91, 137 e 183 cm)
  2. O tamanho das vassouras passará a ser de 98 a 102 cm, anteriormente o limite era de 81 a 107 cm. O diâmetro externo das vassouras também foi definido como entre 25 e 35 mm.
  3. Não será permitido a inclusão de adereços nas vassouras, com exceção de fita no local de apoio das mãos.

Mudança de Terminologia

Os goleiros serão tratados no novo Manual de Regras 2020-22 como artilheiro (com privilégios). O nome goleiro continuará sendo utilizado para denominar a posição e pelos oficias em partida, apenas no manual haverá a mudança.

Esclarecimentos Notáveis

  • Artilheiros e apanhadores podem entrar no caminho de um balaço adversário antes ou depois deste ser arremessado, esta jogada é considerada legal. Esta jogada é chamada de “Proteção”.
    Esta regra não permite que o jogador rebata ou mude a direção do balaço propositalmente.
  • Em uma disputa por dois artilheiros que possuem posse da goles e esta bola sai dos limites do campo, o artilheiro que pisou fora do campo perde o direito da posse.
  • O status de receptor indefeso permanecerá ao jogador que está no ar para receber um passe até que o impacto da aterrissagem seja absorvido pelas pernas do jogador. Após o jogador começar a elevar os joelhos para executar a próxima ação, já não será mais considerado indefeso.
  • Aplicar carga no ar, em um salto, para a tentativa de um passe ou arremesso, a jogada é considerada legal. O movimento de passe e/ou arremesso deve estar sendo executado.

Pequenas Mudanças

  • Uso de joias não será mais tratado como penalidade de cartão vermelho, será considerada uma expulsão. Porém se a joia machucar alguém ou interferir em um jogada, será tratada como penalidade de cartão vermelho.
  • Atrasar o início da partida, inclusive para uma reunião pré jogo, será incluída na regra de atraso de jogo. O árbitro pode dar um aviso de atraso de jogo antes de aplicar um cartão azul.
  • Quando um goleiro faz uma defesa, dentro da área, e a goles saí dos limites do campo, a bola será dada ao time adversário. Anteriormente a posse permanecia para o goleiro.
  • Quando o jogo for paralisado com os jogadores disputando uma bola com um contato estabelecido entre esses jogadores, o jogador que está fazendo o contato poderá escolher o lado que irá recomeçar a partida em relação ao jogador que estava recebendo o contato. Esta regra só se aplica em casos em que o jogador tem o adversário envolvido e este esteja com a posse completa da bola.
  • Duas mudanças de número mínimo de jogadores para a regra de forfeit:
    • A exceção para a regra de gênero não se aplicará.
    • A segunda mudança se refere a um jogador lesionado que possui uma lesão leve. O jogo será paralisado até que este jogador seja tratado pela equipe médica e um parecer seja dado se ele poderá permanecer em campo.

Mudanças Significativas

  • Mudanças significativas nas interferências de terceiro balaço.
    • As penalidades não serão aplicadas com o jogo em andamento, serão consideradas como penalidades atrasadas e aplicadas quando houver uma paralisação da partida.
    • A penalidade de interferência de terceiro balaço será de reversão dos dois balaços e da posse da goles.
    • Qualquer pontuação, gol ou apanhada, feita pela equipe faltosa após a falta, será invalidada (devido o reversão da goles).
  • Quando a defesa cometer uma interferência de terceiro balaço ou penalidade para cartão, o ataque zera a contagem de recuos. Esse novo recuo não poderá ser utilizado de forma ilegal para atrasar o jogo.
  • Forçar o jogador com posse da goles a voltar em uma das linhas de restrição, será considerado como recuo. Anteriormente era considerada uma exceção de recuo.
  • A proibição de limitação de chutes foi removida. (A regra permanece para chute perigoso).
  • O pedido de tempo poderá ser feito pelo capitão representante antes dos 17 minutos, a qualquer momento, desde que o jogo não esteja em uma situação de jogada em progressão. O goleiro não pode mais pedir tempo.
    • Um capitão que pedir tempo em um momento claro de interferência na ação do jogo, poderá ser penalizado com cartão azul.

Principais Mudanças

São quatro grandes mudanças:

  • Alterando o posicionamento depois de uma penalidade ou interferência de terceiro balaço.
    Após a maioria dos cartões de penalidade e interferência de terceiro balaço, o artilheiro que possuir a goles poderá escolher o local que irá retomar a partida. Ele poderá se reposicionar nas seguintes situações:
    • Situação 1: Dentro da própria área do goleiro.
      O jogador não poderá se reposicionar.
    • Situação 2: Entre as linhas de área dos goleiros.
      As opções são: permanecer na posição ou se reposicionar na linha de restrição mais próxima do seu aro.
    • Situação 3: Dentro da área do goleiro adversário
      As opções são: permanecer na posição ou se reposicionar na linha de fundo adversária.
      Obs.: Caso o jogador escolha se reposicionar e uma das linhas restritivas, este ainda pode escolher o posicionamento na linha em questão.
  • Segundo Cartão Amarelo
    Jogadores ou técnico que receber o segundo cartão amarelo será expulso ,e o jogador substituto cumprirá 1 minuto de penalidade, referente ao cartão amarelo. Se o jogador receber o segundo cartão amarelo na área de penalidade, o substituto deverá cumprir o tempo da punição anterior acrescido ao minuto da expulsão.
    • O cartão vermelho só será aplicado de forma direta e a penalidade de 2 minutos será cumprida pelo substituto.
  • O Inicio do Jogo
    Mais detalhes desta regra serão descritas posteriormente no manual oficial.
    • A goles começará no meio da linha de meio campo. Os balaços ficarão nas seguintes posições: um no meio de cada linha da área de goleiro e o último balaço ficará um quarto da linha do meio campo em direção a linha lateral oposta aos bancos.
    • Um artilheiro de cada equipe começará alinhado com o balaço posicionado na linha de meio campo. Um batedor de cada equipe ficará alinhado na interseção da linha de meio campo com a linha lateral oposta aos bancos. Um desses jogadores tem que ser o primeiro a tocar na goles ou no balaço do meio campo, respectivamente.
    • Os jogadores restantes deverão se alinhar na linha lateral, com distancia mínima de 4 metros da linha de meio campo. O posicionamento ficará a critérios das equipes, com a obrigatoriedade de um artilheiro iniciar a partida no campo de defesa adversário. No “Brooms Up”, todos são liberados para o campo.

Veja a imagem que exemplifica o início de jogo:

Imagem: Christos Kaldis/IQA.
  • Apanhadas que resultam, para o time que apanhou, em derrota ou empate não finalizam o jogo.
    • Quando a apanhada resultar em vitória o jogo é finalizado. Como a regra anterior. (Esta regra não se aplica neste caso).
    • Quando a apanhada é feita pela equipe que está atrás no placar e resulta em derrota ou empate, o jogo vai proceder para uma prorrogação.
      • Uma vez que a apanhada for confirmada, será anunciado um placar fixo final. Para isto, serão somados 30 pontos ao placar da equipe com maior número de pontos, este será o objetivo final da prorrogação.
      • Qualquer gol válido que aconteça entre o tempo da apanhada e o apito para paralisar o jogo será considerado válido.
      • Os apanhadores podem voltar para o banco como opção de outra posição para o jogo e a prorrogação procederá sem apanhadores e corredor do pomo.
      • O jogo vai acabar normalmente quando a primeira equipe alcançar o placar fixado.
    • A partir de qualquer momento após a apanhada, qualquer equipe pode pedir para entregar o jogo (forfeit).
      • Se o time que entregar o jogo estiver perdendo, o placar final será o de momento do jogo.
      • Se o time por alguma razão resolver entregar o jogo estando na liderança ou empatado, o time adversário receberá os pontos necessários para vencer a partida por 10 pontos, e isso não será considerado como forfeit.
    • O corredor do pomo não poderá mais utilizar um apanhador como proteção. Ele terá cerca de 3 segundos para perceber essa defesa, e obrigatoriamente ele deverá sair de perto do apanhador ou desmontá-lo.
    • Se o corredor do pomo não tiver certeza de que está sendo atacado, ele deverá supor que está sendo protegido.

Fique ligado no ENM para mais informações sobre o quadribol brasileiro!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo