Santos

Quais foram os destaques e desfalques do Santos na temporada 2021? Confira a análise

Quais foram os destaques e desfalques do Santos na temporada 2021? Confira a análise
Foto: Ivan Storti / Santos FC

A temporada de 2021 foi complicada para time e torcedores do Santos. Após a final da Libertadores, em janeiro, o Peixe se viu próximo ao rebaixamento ou rapidamente eliminado dos campeonatos deste ano. Com poucos reforços e quatro técnicos ao longo da temporada, o alvinegro encerra o ano projetando um 2022 mais competitivo e longe do sufoco. Confira o retrospecto:

Siga o Esporte News Mundo no TWITTER, INSTAGRAM e FACEBOOK. E não se esqueça de se inscrever no nosso canal no YOUTUBE!

DESTAQUES

João Paulo – o desempenho do goleiro do Santos é um dos maiores responsáveis, se não o maior, pela permanência do time na Série A do Brasileirão. Bastante acionado durante os jogos, principalmente nas partidas onde o Peixe encontrava dificuldades na defesa e construção de jogadas, João Paulo foi o destaque do elenco em 2021, em especial pelos jogos do segundo turno do Campeonato Brasileiro. A renovação do goleiro era incerta ainda no final da temporada, contudo, após um acerto entre jogador e clube, o contrato do defensor foi estendido até dezembro de 2024.

Fábio Carille – o técnico chegou no Peixe sob os olhos atentos e preocupados dos torcedores. Com o time passando sufoco há vinte rodadas, Carille veio para evitar o rebaixamento do Santos e cumpriu sua missão. Em um início questionável, a pressão em cima do quarto treinador no ano do Santos só começou a ser aliviada na reta final do Brasileirão. Por fim, Carille ficou próximo de conseguir uma vaga na pré Libertadores com a equipe. A classificação não veio, mas o técnico terá a temporada de 2022 para alcançar novos – e melhores – objetivos com o time.

Meninos da Vila – não é de hoje que a base do Peixe revela talentos e reforça a equipe. Com poucos recursos do clube para contratações e baixo rendimento dos atacantes titulares, a base santista foi determinante na busca para livrar o Santos do primeiro rebaixamento da história. O nome principal é Marcos Leonardo, que começou a temporada aos tropeços, mas marcou três gols essenciais na reta final do Brasileirão. O rapaz deve ser titular no elenco para a próxima temporada.

DESFALQUES

Nas competições:

Campeonato Paulista – o Santos não fez boa estreia nos campeonatos deste ano. Após perder o título da Libertadores, o time se viu próximo de cair para a Série A2 do Paulistão e foi eliminado logo na primeira fase da competição. Uma campanha fraca e para esquecer.

Libertadores –  vice-campeão da Libertadores de 2020, o Santos surpreendeu e empolgou os torcedores com a campanha, mas entregou uma final morna e cheia de falhas, que custou o quarto título no campeonato. O que foi um começo promissor, tornou-se um pesadelo em questão de meses: mais uma vez com uma campanha bem abaixo e após vendas de peças chaves da equipe, o Peixe foi eliminado logo na fase de grupos pela conquista da Glória Eterna e não se classificou para a competição em 2022.

Campeonato Brasileiro – provavelmente a participação que os torcedores mais querem esquecer este ano, o Brasileirão começou com um certo gás – Fernando Diniz conseguiu emplacar duas vitórias e um empate nos primeiros jogos, mas teve uma queda brusca logo depois, que resultou nas dificuldades que time e torcida enfrentaram pelo resto da temporada. O Santos teve uma campanha ruim como visitante e encerrou sua participação no campeonato na 10ª colocação, com 50 pontos.

No elenco:

Atacantes – foi um ano fraco no ataque do Peixe. Após as vendas de Kaio Jorge e Soteldo para evitar o transfer ban no mercado, o clube não encontrou boas substituições para os jogadores. Peça essencial do time em 2020, Marinho não conseguiu repetir o feito da temporada anterior e teve um desempenho bem abaixo do esperado. Com lesões desde Agosto, o jogador foi artilheiro da equipe no Brasileirão, com nove gols. A relação entre jogador e time mostrou-se desgastada ao longo do tempo e sua permanência no elenco ainda é incerta.

Contratações – com contratações pontuais devido às finanças do clube, Diego Tardelli e Léo Baptistão decepcionaram com o desempenho na temporada. Tardelli, pouco aproveitado no Atlético – MG, chegou no elenco no segundo semestre com contrato até dezembro de 2021 e possibilidade de renovação até o fim do Campeonato Paulista, mas não agradou e teve o vínculo com o time encerrado após o fim do Brasileirão. Baptistão, por sua vez, chegou após sua passagem pela China e embalou lesões – a última deixou o atacante afastado por dois meses. Leo não balançou as redes nenhuma vez nos oito jogos que participou, enquanto Tardelli pontuou uma vez em 13 jogos.

Técnicos – foram quatro treinadores durante a temporada: Cuca, Ariel Holán, Fernando Diniz e Fábio Carille. O primeiro perdeu o título da Libertadores e saiu antes do início das competições de 2021. O segundo teve uma atuação pífia como técnico logo no Paulista. O terceiro, apesar do início promissor, não teve sucesso comandando o alvinegro praiano e foi demitido em agosto, deixando o time em uma situação preocupante no Brasileiro e eliminado da Libertadores e Sulamericana. Por último, Carille chegou para tentar apagar o incêndio com um estilo de jogo bem mais defensivo e garantiu a permanência do Peixe na Série A.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top