Bahia

‘Qualquer vantagem para o jogo de volta é válida, mas muito pé no chão’, dispara Cláudio Prates após triunfo do Bahia no primeiro jogo da semifinal

Foto: Guilherme Kahuna

No primeiro jogo da semifinal do Campeonato Baiano, o Bahia venceu o Bahia de Feira de Santana na noite de hoje(09/05) no estádio Pituaçu e abriu vantagem para o jogo da volta. Jogando com o chamado “time de transição”, o Tricolor de Aço teve boa atuação e larga na frente por uma vaga na grande decisão do campeonato. O Bahia marcou seu gol ainda no primeiro tempo e o técnico Cláudio Prates que comandou a equipe na partida de hoje se demonstrou ainda preocupado com o desempenho da equipe em grandes jogos: ‘os meninos às vezes fica um pouco ansiosos’.

VEJA MAIS TRECHOS DA ENTREVISTA COLETIVA DO TÉCNICO CLÁUDIO PRATES SOBRE A VITÓRIA NO PRIMEIRO JOGO DA SEMIFINAL DO CAMPEONATO BAIANO.

  • O Bahia campeão do Nordeste utilizou alguns atletas do time de transição, sobre isso, Cláudio Prates fala sobre a importância da utilização desses jovens jogadores no time principal e partida de Renan Guedes:

‘Na nossa concepção isso é fundamental. A gente tem um alinhamento muito grande, até porque eu sou participante ativo da comissão permanente. De manhã a gente dá treino no principal e na parte da tarde a gente trabalha o time de transição. Então quando a gente consegue alguns meninos no time de cima é a realização de um projeto que tá sendo muito bem feito. Acho que o Matheus já fez isso muito bem, Renan, Ignácio, quando foi solicitado, então são exemplos que conseguem concatenar com o quê o clube pensa em relação à transição e a equipe principal. Muito feliz pela atuação dele e a contribuição que eles deram no título da copa do Nordeste.’

  • Cláudio Prates fala sobre o adversário e fala sobre a expectativa e o resultado da partida de hoje.

‘O resultado foi dentro do esperado pela qualidade do Bahia de Feira. A gente sabia que iria encontrar um time extremamente aguerrido, um time que mudou o sistema de jogo. Hoje eles trabalharam com uma linha de cinco hoje, um sistema que eles não vinham utilizando. Conheço muito bem o seu treinador, é uma pessoa muito capacitada, nos complicou no começo do jogo, mas à partir do momento que a gente encontrou o encaixe principalmente da nossa subida de pressão e os três atacante conseguiram marcar conseguir mais em cima a gente equilibrou o jogo. Venho batendo nessa tecla, tenho que valorizar o projeto exatamente por isso, a gente está conseguindo dar casca e bagagem a meninos contra outros jogadores muito experiente, rodados, como é o caso do time do Bahia de Feira. Então, extremamente feliz pelo resultado, acho que qualquer vantagem que a gente leve pro jogo de volta é válida, mas muito pé no chão. O Bahia de Feira é um muito bom time, acostumado a jogar no gramado diferente vamos ter as mesmas dificuldades que tivemos aqui no jogo de volta.’

  • Cláudio Prates avalia os erros e a dificuldade da equipe em matar o jogo.

‘Os meninos às vezes ficam um pouco ansiosos, o campo hoje também prejudicou um pouco. Erros de passe são questões técnicas e passa muito pelo emocional, a gente continua treinando do mesmo jeito que treinou, continua batendo nas teclas de melhoria de valências individuais, mas mesmo assim eu sei que continuamos pecando. Hoje por exemplo se tivéssemos acertado alguns passes na transição poderíamos ter feito um placar maior. A gente já fez jogos sensacionais, com tomadas de decisões muito boas, com várias chances de fazer gol, faz parte do aprendizado, faz parte do processo. A gente continua tentando dar o máximo de confiança pra eles, são jovens, tem se entregado ao máximo no que a gente pede dentro de campo, tenho certeza que estando nessa reta final eles vão conseguir acertar mais o pé, ter uma melhora nas finalizações e principalmente ter um controle maior do jogo.’

  • O processo de transição na equipe do Bahia têm sido muito importante, sobre o jogo de hoje, o treinador ainda avaliou a atuação do goleiro Júnior.

‘Conversei com o Júnior essa semana e na semana que passou sobre a transparência que tivemos com o Matheus. Eu já o conhecia do Palmeiras. Desde a vinda dele pra cá ele faria um processo dentro da transição pra atingir essa unanimidade, essa titularidade que ele conseguiu na equipe principal. Fico extremamente feliz com o Matheus, porque acompanhei seu processo desde o início. Disse ao Júnior que pelo clube que ele veio, pelo nível técnico dele, ele também tinha condições de também fazer o mesmo processo. Sabíamos que tínhamos ganhado mais um goleiro, e hoje a gente confirmou. É um cara muito seguro, um cara muito tranquilo, um cara que treina, humilde, então tem tudo pra trilhar o mesmo caminho que o Matheus.’

  • Próximo compromisso do Tricolor.

O segundo jogo da semifinal está marcado para a próxima quarta-feira(12) na Arena Cajueiro. Caso não seja derrotado pela Bahia de Feira de Santana, o Esquadrão de Aço garante uma vaga na grande final do Campeonato Baiano, onde enfrentará o Alagoinhas ou a equipe da Juazeirense.

Para saber tudo sobre o Campeonato Baiano, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook!

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top